Simpatia pelo Demônio - Bernardo Carvalho


Simpatia pelo Demônio traz um romance-suspense-nosense com um autor de peso na casa Companhia das Letras, mas que não me convenceu muito não...

Em suas páginas iniciais, o protagonista Rato é convocado para uma missão no Oriente Médio para tentar salvar uma refém nas mãos dos terroristas. Permeando essa missão, nós, leitores, vamos viajando entre passado e presente; Nova York, México, Rio de Janeiro e o destino da sua missão.
Sim, o autor vai tentando evocar temas recorrentes e cotidianos para retratar conflitos religiosos sob um romance meio chulo, ao meu ponto de vista. A ambiguidade do protagonista é essencial para compreender a história (ao menos um pouco), estando o Rato em desnível da sua capacidade profissional e amadorismo afetivo.

É pesado, é cansativo, às vezes é necessário transcendentalizar com as perguntas criadas pelo próprio autor, entender o psiquê dos personagens, o romance confuso e caótico, mas você vai se aliviando/acostumando ao entrar na história, e, como eu sou leitor de veneta e vou alternando os livros que leio, acabo me esquecendo da obra e tendo dificuldade em voltar para o cenário construído pelo autor.

Não sei se tenho mais algo a dizer. O que é fato é que não sou um crítico literário profissional, mas me surpreendi com a alta avaliação de diversos críticos.
I N T R I G A D O.

Simpatia pelo Demônio - Bernardo Carvalho
Companhia das Letras
236 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon

5 comentários

  1. Gabriel!
    Confesso que não conhecia o romanse com suspense do autor e até achei que poderia ser uma boa leitura pelo título, mas pelo jeito, não funcionou muito para você, porque ficou complicado compreender a dualidade do protagonista, né?
    Desejo uma ótima semana!
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  2. Vish \
    Parece ser um livro com uma ideia legal mas que o autor não soube desenvolver muito bem ..
    Mas como ele conseguiu boas críticas ?!

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Só uma coisa sobre esse livro: Hã?
    Tem um cara numa missão tentando resgatar um refém, alguma coisa de conflito religioso e alternando entre passado e presente. Tá, até aí parece interessante. Mas se acaba sendo cansativo de ler, pesado e confuso aí complica. Achei interessante a ideia mas confesso que nem isso me chamou muita atenção. Não sei se leria...

    ResponderExcluir
  4. Já vi algumas resenhas desse livro por aí mas até agora não conseguiu despertar minha vontade de lê-lo, depois de ler a sua, minha vontade caiu mais ainda, se para você a trama é confusa e um tanto caótica, com certeza também vou achar isso e se bobear, não vou entender metade do livro, mas para quem já está acostumado com esse tipo de leitura, o livro deve ser muito bom.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Achei intrigante. Primeiro por ser um romance e o nome do personagem é Rato? Socorro. Um romance caótico? Pelo que vejo esse livro é um tanto confuso. O título chama a atenção principalmente.

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)