Supergirl na Super Hero High - Lisa Yee

Esta resenha NÃO contém spoiler do primeiro livro da série.
As Aventuras de Wonder Woman na Super Hero High

Depois de conhecermos Wondy e descobrirmos como funciona a Super Hero High, é hora de saber um pouco mais sobre Kara Zor-El, mais conhecida como Supergirl. Oriunda de Krypton, assim como o "primo" Superman, ela teve que fugir para a Terra quando seu planeta explodiu, mas um desvio de curso na sua nave fez com que ela só chegasse 20 anos mais tarde. Também foi criada pelos tios - Martha e Jonathan, mas agora ela precisa controlar e aperfeiçoar seus poderes, que cresceram sol o sol amarelo, e encontra a escola perfeita para isso.

Quando seu planeta explodiu, ele foi mandado para a Terra ainda bebê, mas cresceu e se tornou o maior herói de seu planeta adotivo. Os Kents eram as pessoas da Terra que o haviam acolhido, criado e amado como se fosse filho deles. E, quando seus sentidos superpoderosos detectaram o choque da aeronave de Kara com a atmosfera, ele a havia resgatado e a levado para morar com sua família.

Só que atingir o objetivo não vai ser tão fácil assim, principalmente porque seu maior obstáculo é ela mesma. Kara é tímida e desastrada demais, além de se sentir sozinha por ter perdido a família e sua casa, o que a torna bastante insegura. Só que ela precisará encontrar confiança em si mesma e nos outros, e isso envolve contar com Bárbara Gordon, uma menina que não estuda na Super Hero High, mas fará de tudo para ajudar a amiga.

Por que eu curto tanto essa série? Duas palavras: GIRL POWER! Voltada para meninas de 6 a 12 anos, as histórias trazem garotas fortes como protagonistas, cada uma com uma personalidade, enfrentando diferentes situações, precisando contar com o apoio de outras amigas. Quer coisa mais linda?! Feminismo, empoderamento, sororidade, tudo isso sendo semeado nas novas gerações.

Usar a escola como cenário aproxima ainda mais o leitor da história, fazendo com que ele se reconheça nas cenas. O público-alvo continua juvenil, porém a autora consegue atrair e cativar leitores de todas as faixas etárias. Leitores mais velhos precisam dar um desconto nas partes previsíveis, falas e atitudes imaturas, mas de resto é só se deixar envolver na luta de heróis e vilões e no esforço dessas meninas para salvar o mundo.

Ah! Sabe o que eu descobri? Lerda pacas! Tem desenho animado dessa série! \o/ A criança interior deu pulinhos aqui. E o melhor é que estão disponíveis online no site da DC Super Hero Girls pra gente ver, clique aqui e assista grátis.

Um parênteses pra elogiar o trabalho da Rocco, tanto na parte de revisão e diagramação, quanto na capa e nos detalhes. A identidade visual da série é linda, me conquistou REAL e é super atrativa pra garotada.

Se você, assim como eu, está curtindo conhecer as personagens da DC de uma maneira leve e engraçada, corra pra ler e já fique com o coração ansioso para o próximo livro, que trará Batgirl como protagonista.

Supergirl na Super Hero High (DC Super Hero Girls #2) - Lisa Yee
Rocco Jovens Leitores
268 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon

5 comentários

  1. Estou assistindo a série Supergirl e cada vez mais gosto dessa história.
    Fico empolgada também de tudo relacionado aos super heróis e estou bem curiosa em relação a esse livro.
    Parece ser uma leitura bem gostosinha e envolvente.
    Quero muito ler essa série, me parece que está um capricho mesmo.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Giulia!
    Gostando de ver mais uma super heroína tãi bem descrita em mais um livro.
    Que dilema da supergirl, hein? E imagino o quanto deva ser difícil para ela ter de deixar a fazenda e se embrenhar na escola para controlar seus poderes e poder ajudar o mundo!
    Adorei!
    Uma semana esplendorosa!
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Giulia, eu amo a animação de Girl Power que passa na Disney e estou animada para poder ler os livros. O jeito que agora os escritores estão mostrando o empoderamento feminino, e que a mulher não precisa ser só "a mocinha a ser salva" mas também pode ser a heroína a salvar o dia.
    E posso dizer que você irá amar o desenho e dará boas risadas.

    ResponderExcluir
  4. Olá !

    Me sinto muito estranha por não gostar de super heróis 😂😂😂
    Vejo vcs falando com o maior entusiasmo e eu simplesmente não consigo gostar ..

    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Oi Giulia, tudo bem?
    Não curto muito este universo de super heróis, mas achei super fofinha esta ideia. Trazer temas como feminismo, empoderamento e amizade para as crianças é super importante, e nada melhor que fazer isso com as super heroínas e em um ambiente que as crianças estão acostumadas. Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)