O Bazar dos Sonhos Ruins - Stephen King

E a Pamela não para de pedir livros do mestre do terror/horror, não é mesmo? Ainda tem mais dois que virão em breve, então se preparem para uma grande overdose de medo (pelo menos por minha parte). Rsrs

Diferente dos demais livros de Stephen publicados aqui no Brasil, este não é um romance propriamente dito (com relação à estrutura da escrita), mas sim uma obra repleta de contos, alguns já publicados e outros totalmente inéditos. E assim como aconteceu durante a leitura de Fantasmas do Século XX, livro escrito por Joe Hill, filho do nosso amado aqui, alguns trechos me deixaram com o estômago embrulhado. Mas quem disse que eu era capaz de largá-lo?

O Bazar dos Sonhos Ruins foi escrito em 2014, publicado lá fora em 2015 e chegou aqui em terras brazucas no início deste ano. O grande diferencial deste para os demais livros de contos que vemos todos os dias nas prateleiras é que King nos dá uma prévia do que o texto irá abordar, como ele surgiu na cabeça dele, quais foram as experiências de escrita, como isso aconteceu, dentre outros detalhes, como o porquê de ele nunca ter escrito nada sobre homossexualidade e doenças sexualmente transmissíveis (como a AIDS). Além disso, ao final de cada um há uma pequena dedicatória a uma pessoa diferente (e apenas isso, sem maiores detalhes).

Com relação ao tamanho dos textos, não há um padrão certo. Alguns levam muitas páginas para acabar; outros, apenas algumas poucas. Eu tenho preferência por textos curtos e rápidos, então os contos menores foram os que mais me atraíram e que mais me fizeram refletir melhor sobre seu conteúdo, porque eu costumo me perder quando o negócio tem muitos detalhes. Sabe como é, né? hahaha.

É claro que não vou contar todos os detalhes dos vinte contos aqui, porque não faz lá muito sentido, mas posso dizer que todos são maravilhosos. A gente acaba de ler e não sabe dizer qual é o preferido, porque cada um tem um ponto que nos faz gostar dele.


O mais bacana é que ele consegue colocar um início, meio e fim em todos, sem nos deixar com dúvidas do que poderia acontecer depois, do que estaria faltando, de uma possível abertura para outros textos. É tudo sucinto e tratado de forma natural, principalmente os que abordam temas polêmicos. Aquela sensação de que o autor está pensando o mesmo que nós e respondendo a todos estes questionamentos que nós levantamos durante a leitura, acontece a todo momento.

Além disso, aspectos irrelevantes para qualquer narrativa aqui têm muita importância na construção dos enredos. Então você pode se preparar para coisas diferentes de tudo o que já viu, de tudo o que já leu. Até mesmo para o que está acostumado a encontrar nos livros de King, você se surpreenderá!

A diagramação é relativamente simples, como a maioria dos livros publicados pela Suma. A fonte é de tamanho ótimo para a leitura e a capa é maravilhosa. Cada vez é um tiro diferente e eu quero todos os livros na minha estante para ontem. E aí une: capa bonita + conteúdo maravilhoso... Lascou! Vamos ficar mais pobres comigo? HAHAHA!

E se preparem. Minha próxima resenha do mestre será de um livro tão maravilhoso quanto! Aguardem.

O Bazar dos Sonhos Ruins - Stephen King
Suma de Letras
527 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Saraiva | Americanas | Fnac | Cultura | Amazon

6 comentários

  1. Oi Pamela, tudo bem?
    Infelizmente eu nunca li nada do King e é muito triste. Vi várias resenhas deste livro e sempre tem elogios aos contos e a escrita do autor, como sempre. Eu amo esta capa, e assim que puder quero lê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Pamela,
    O que mais me impressiona a respeito da escrita do autor é sua capacidade de criar histórias de gêneros diversos, mas todas muito bem construídas. O Bazar dos Sonhos Ruins é uma prova dessa habilidade e nele é possível acompanhar as diferentes facetas de King e ainda ver algo que diferencia esta obra das outras. Quando o autor propõe uma visão mais pessoal a respeito de cada história (contanto como foi o processo de escrita) ele permite ao leitor uma conexão maior tanto com o enredo quanto com ele mesmo. Dos contos citados Garotinho malvado me chamou atenção, pois me lembra muito alguns filmes que adoro, por isso acho que seria uma das histórias que gostaria de ler no livro.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Gosto muito da escrita do King ele é genial ☆
    Ainda não li esse livro mas parece ser incrível e assustador !!
    Adorei a sinopse do livro e a capa é incrível !!!

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Acredita que ainda não tenho nenhum livro do mestre do terror?
    Sério, preciso mudar isso!

    Como sou louca por contos, fiquei bastante interessada em conhecer esse livro.
    E achei diferente esse livro, por ainda não ter lido contos de terror...Pelo menos não me lembro.

    Fiquei bastante interessada. E gostei da dica!

    ResponderExcluir
  5. Pamela!
    King tem uma versatilidade em sua escrita que consquista o leitor a cada novo livro.
    Adoro contos e ver o mestre do terror trazer contos diversificados em assunto, porem intensos da mesma forma em relação ao conteúdo, é maravilhoso.
    Desejo um final de semana de luz e paz!
    “Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos do que eu...” (Vinicius de Moraes)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Pamela!!
    Gosto bastante dos livros de King mesmo que no momento só tenha lido um livro dele. Com relação a esse livro achei a ideia de colocar 20 contos em um só livro. Gosto bastante de contos de terror e suspense e quando é desse autor maravilhoso sem dúvida vou querer.
    Bjoss

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)