Jogos Macabros - R. L. Stine


Foto: Estante Diagonal

A família Fear é conhecida por toda Shadyside, por conta de histórias sombrias que cercam o sobrenome desde a antiguidade. Eles tem até uma rua em sua homenagem, a Rua do Medo, e todos na cidade sabem quem são eles.

Brendan Fear é o membro mais novo da família. Contrariando tudo que dizem sobre seus entes, ele é um garoto agradável, conhecido por sua paixão pelos videogames e cercado de amigos. Suas festas de aniversário são sempre disputadas e os convidados falam delas durante todo o tempo até que a próxima se realize.

Do outro lado, temos Rachel Martin. Ela é aquela típica garota trabalhadora e responsável, que fica até mais tarde na lanchonete para ajudar os pais nas despesas. Por não ter nenhuma grande emoção em sua vida, ela acaba se interessando por Brendan e, após um encontro inusitado, ele a convida para sua festa de aniversário.

Mesmo com sua melhor amiga, Amy, e seu ex-namorado psicótico, Mac, dizendo que Rachel deve ficar longe de Brendan e da festa, a garota resolve se arriscar e ir até a casa de veraneio dos Fear, localizada na ilha do Medo, bem no meio do lago.

Chegando na casa, a festa está em polvorosa e todos se divertem em meio a muita comida, bebida e música. O anfitrião tem diversos jogos preparados para seus seletos convidados, mas as coisas saem um pouco de controle. Um dos colegas de Rachel aparece morto, os empregados desapareceram e agora os jovens restantes estão literalmente ilhados, sem comunicação e com um assassino à solta.

O que deveria ser uma noite de jogos e diversão, vai se tornar inesquecível, mas pelos motivos errados. Será que esses jovens conseguirão enfrentar uma noite de terror e lutar por sua sobrevivência?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Eu cresci lendo a série Goosebumps, do autor R. L. Stine, e por isso, quando vi que Jogos Macabros estava disponível para resenha, resolvi solicitá-lo, para matar a saudade da escrita do autor. Contudo, mesmo sabendo que o livro é voltado para o público juvenil, não consegui apreciar a obra como um todo.

A escrita de Stine é boa, isso não há como negar. Estou numa ressaca literária há muito tempo e esse livro conseguiu me prender de uma forma que não cogitei mais ser possível. Concluí a leitura em um par de horas e esse foi o ponto mais positivo da obra. Talvez o único...

A narrativa é feita em primeira pessoa, através da perspectiva de Rachel. Não consegui me conectar com a personagem em momento algum. Achei chata e sem graça, aquele tipo de garota que não tem nada a acrescentar. O mesmo se deu com Brendan, o interesse amoroso e grande mistério (que de grande não tem nada). Ele não tem absolutamente nada de atrativo e, logo que o encontrei a primeira vez, já saquei que rumo ele daria à trama.

Falando em mistério, achei bem previsível o modo como o autor o desenvolveu. Ainda, quando faltando mais de um terço pra obra se concluir, Stine deu o desfecho de um mistério e iniciou outro, só dei aquela revirada de olhos e segui lendo, mas já descontando mais uma estrela do livro, porque foi bem desnecessário.

O final foi típico dos outros livros de Stine, mas se houvesse uma continuação eu não ficaria empolgado em ler. Terminei o livro com aquele gostinho amargo da decepção e bem chateado com isso, porque esperava bastante do autor.

A edição física está bem trabalhada. A capa combina bastante com livro e dá um ar sombrio que chama atenção. A diagramação é simples, as páginas são amareladas e a fonte é média, ótima para leitura. A revisão está impecável, mais um excelente trabalho da Globo Alt.

Jogos Macabros é um livro que tem bastante potencial, mas no fim foi bem mais ou menos e não conseguiu me convencer. Caso você queira arriscar a leitura, fique à vontade, mas se prepare para o que vai encontrar...


Foto: Estante Diagonal

Jogos Macabros - R. L. Stine
Globo Alt
280 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon

Nenhum comentário

Postar um comentário

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)