Amaldiçoadas - Jessica Spotswood

Esta resenha NÃO contém spoilers dos outros livros. Enfeitiçadas

Resenha Livro Amaldiçoadas

Cate Cahill tomou uma decisão muito difícil quando abandonou suas irmãs e seu grande amor para se juntar à Irmandade. Depois que se mudou para Nova Londres e passou a atender por Irmã Catherine, ela divide seus dias entre desempenhar as funções como noviça e aprender sobra a magia que guardou por tanto tempo.

No convento, sua vida está longe de ser simples. A saudade que sente de suas irmãs é absurda e por conta disso ela acaba se isolando das outras meninas, mas não de todas. Sua colega de quarto Rilla e a asiática Mei acabam ganhando o seu afeto. Por outro lado, a mimada Alice nutre uma enorme antipatia por ela, fazendo o possível para desmerecê-la em qualquer oportunidade.

Deixar de enxergar a magia como uma maldição é libertador para Cate. Em meio a tantos estudos, ela acaba descobrindo mais uma afinidade: a da cura. E ela não é somente boa com isso, Cate é extremamente poderosa no que faz. O que é uma boa notícia para a chefe do convento, que está muito doente, e uma péssima notícia para quem quer vê-la pelas costas.

- Você não está aqui para fazer amigas, senhorita Cahill, e não é colega delas. Você é a bruxa da profecia. Elas não precisam confiar em você, nem gostar de você; só precisam respeitá-la. E, se tiverem um pouco de medo de você... bom, melhor ainda.

Mesmo se mostrando tão poderosa, Cate começa a duvidar de que ela seja a bruxa que vai devolver a glória ou extinguir as Filhas de Perséfone do mapa. Um novo trecho da profecia é revelado e diz que a tal bruxa poderosíssima, além de dominar a magia mental, será o novo Oráculo. Nunca existiu uma bruxa com essas característica, o que só a assusta mais. Em contrapartida, uma velha conhecida de Cate é apontada oficialmente como sendo um Oráculo.

Brenna Elliot já havia sido presa por conta de previsões. Agora, os Irmãos estão ainda mais atentos a tudo que a garota diz, e isso coloca em risco não só a fachada que é a Irmandade, mas também o segredo das irmãs Cahill. Eles passam a caçar as bruxas com mais ímpeto e limitam cada vez mais o vida das mulheres. Antes que o pior aconteça, Cate decide buscar suas irmãs, para que todas fiquem juntas e, teoricamente, mais protegidas. Infelizmente o tiro sai pela culatra.

Maura sempre quis libertar sua magia. Para ela, mulheres tão poderosas não poderiam viver escondidas como vinham fazendo há anos. A ideia de ser a bruxa da profecia só aumenta sua sede de poder, tornando-a um alvo fácil na mão de pessoas mal-intencionadas.

Resenha Livro Amaldiçoadas

Quando li Enfeitiçada, fiquei totalmente apaixonada pela história que encontrei. O desfecho foi esmagador, fazendo com que eu criasse uma expectativa estratosférica em relação a sua continuação. Na primeira oportunidade mergulhei nesse mundo novamente e fiquei em êxtase com o que li. A narrativa de Jessica Spotswood continua viciante. Quando iniciei o primeiro capítulo, esqueci o mundo! Foi agonizante não poder ler de uma vez, mas todos os momentos que eu tinha livre eram dedicados a concluir a leitura. Foram tantas reviravoltas que nem sei dizer qual foi meu momento preferido.

Personagens já conhecidos voltaram para continuar suas histórias e muitos outros surgiram no caminho. Finn continua derretendo corações! Ele mudou bastante, se tornando mais responsável e tendo uma participação mais ativa nos acontecimentos, mas nem por uma cena perdeu a essência que conhecemos no livro anterior. Cate amadureceu com as suas escolhas e lidou bem com os muitos obstáculos que apareceram. Como eu torço por esses dois! Tess, a Cahill mais nova, é a meiguice em pessoa, enquanto sua irmã Maura se tornou insuportável. Perdi a conta de quantas vezes quis entrar no livro para lhe dar umas bofetadas e fazê-la enxergar que sua arrogância iria colocar todos em risco.

- Três irmãs – reflete Brenna. – Uma traz cura e morte. Uma traz destruição. A mais forte vai trazer paz, mas isso vai exigir sacrifício. É isso que a profecia diz.

Os novos personagens não agregaram muito à história. Gostei de várias bruxas da irmandade, mas a única que se destacou foi a Irmã Inez. A mulher é uma megera! E olha que ela tem fortes concorrentes. O controle dos Irmãos é sufocante, as burradas de Maura te tiram do sério, mas a crueldade de Inez é algo de outro mundo.

Como já está virando rotina, o desfecho do livro acabou com o meu coração. Fiquei arrasada, derrubada... literalmente sem reação. O último volume da trilogia promete reviravoltas do início ao fim. A Maura vai dar muita dor de cabeça e parece impossível que ela consiga se redimir. Tentar é sempre uma opção, mas nem acho que ela queira fazer isso. Ódio define minha relação com essa garota.

Falando do trabalho da Editora Arqueiro, está tudo impecável. A diagramação segue o mesmo padrão do livro anterior, sendo confortável para a leitura e sem erros de revisão. Um show à parte é essa capa divina. Olhando as capas internacionais, é fácil dizer que a nossa é a mais linda de todas. Simples e focada nos detalhes, tudo que eu amo em uma fotografia.

Para quem gosta de fantasia, As Crônicas das Irmãs Bruxas é uma leitura obrigatória. Se você não gosta, arrisca essa aqui... por favor! A autora faz uma mistura de assuntos que vão te envolver demais. Aposto que vocês não vão se arrepender.

Resenha Livro Amaldiçoadas

Amaldiçoadas  (As Crônicas das Irmãs Bruxa #2) - Jessica Spotswood
Arqueiro
288 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon
Andressa Leal
Andressa, Dressa, Dreeh. Carioca e Tricolor. Na casa dos vinte. Futura noiva. Viciada em The Sims, fotografia e livros. Acredita que ter um blog é a melhor forma de juntar sua profissão com suas paixões.

6 comentários

  1. Sua resenha me deixou ainda mais animada pra ler essa trilogia.
    Primeiro que as capas dos livros são um capricho né? Compraria os livros só por elas, sério haha
    Mas a história parece ser ótima, muito bem construída.
    Fico na torcida para em breve poder conferir essas obras.
    Estou curtindo demais os comentários e isso vem me deixando cada vez mais interessada.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Olá a autora criou um universo de bruxas que é peculiar mas ainda não fiquei intrigado para começar a ler os livros, os personagens não parecem ser bem desenvolvidos. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Andressa!
    Uma pena os novos personagens não terem agregado muito ao enredo do livro, mas como amo magia e todas as suas vertentes, fiquei com a maior vontade de conferir a leitura.
    Bom carnaval e moderação, hein?
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Andressa, devo confessar que fiquei perdidinha nessa resenha, já que não li as anteriores e nem conhecia essa série. Porém, com o pouco que deu pra entender, parece que esses livros são muito bons, toda essa magia envolvido é fantástica. E eu amo quando os autores encaixam personagens que já apareceram em livros anteriores nos livros mais recentes. Fiquei bem curiosa por esse livro e os volumes anteriores, ainda mais curiosa pelo fato de que você ficou sem reação ao ler o desfecho.

    ResponderExcluir
  5. Nossa fiquei aqui babando por essa resenha!! Não conhecia esses livros As Crônicas das Irmãs Bruxas!! Mas agora quero muito ler!! Adorei a indicação!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Sempre tive curiosidade em relação a essa trilogia. Até encontrei o último volume por um preço bem baratinho, mas como não tinha lido os outros não comprei. Gosto de livros com essa pegada mais sobrenatural e como não leio muitos livros de bruxas, sempre estou disposta a conhecer e ler livros desse gênero.

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)