{ no cinema } Moana - Um mar de aventuras


Moana - Um mar de aventuras

Estreia: 5 de janeiro de 2017
Gênero: Animação / Aventura / Família
Classificação: Livre
Duração: 1h47min
Direção: John Musker, Ron Clements
Distribuidora: Disney

Moana Waialiki é uma corajosa jovem, filha do chefe de uma tribo na Oceania, vinda de uma longa linhagem de navegadores, que é seu maior hobbie e, também, trabalho. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar sua família, ela resolve partir em busca de seus ancestrais, habitantes de uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Com a ajuda do lendário semideus Maiu, Moana começa sua jornada pelo mar aberto, onde vai enfrentar criaturas marinhas e descobrir antigas histórias do submundo.



Eu já dizia que ela seria minha princesa preferida desde o primeiro trailer, mas só ontem consegui ver o filme. Teve choro, teve gargalhada e teve muita paixão por essa menina! Por isso vou te dar 10 razões pra você abrir o Google agora e procurar o horário do cinema mais perto da sua casa e ir correndo ver.

10 motivos pra você ver Moana

1) Ela não é uma princesa
Mesmo eu falando que é minha princesa preferida, ela não se considera assim. Ganha o "título" por ser filha do líder da ilha, mas ela se acha só uma menina exploradora mesmo. Ela é humilde e precisa trabalhar MUITO a autoconfiança.


2) Cadê o príncipe?
Não tem príncipe!. Nada de par amoroso, aliás romance não tem em momento algum. Os casais que aparecem são os pais de Moana e alguns figurantes. E só! Uma protagonista escrevendo a própria história!


3) Semideus gordo
Ele até é musculoso, mas bem grandão, diria até gordo. Muai tem corpo proporcional ao seu ego - ambos enormes! Tão acostumada a ver heróis com traços finos, cabelos lisos e corpo escultural que Muai foi uma grande - literalmente - surpresa!


4) Vovó Tala
Se não bastasse eu já ter um chamego especial por histórias de avó e neta, aqui a vovó Tala rouba a cena com sua excentricidade e carinho. Incentivadora, um tantinho louca e muito amorosa, é ela a grande responsável pela mudança na vida de Moana. E foi também a causadora de uma das minhas várias lágrimas.


5) Representatividade
Teve Tiana, com pele negra e cabelo liso. Teve Merida, com pele branca e cabelo cacheado. Mas a primeira que junta tudo é Moana. Ela também consegue trazer pro foco uma região pouco explorada pelas animações: a Oceania. Por causa do filme fui pesquisar e conheci Samoa e a história das navegações polinésias, uma cultura que nós nunca ouvimos falar.


6) Empoderamento e sororidade
Depois de tantas princesas frágeis, finalmente uma que arregaça a manga e corre à luta. Durante a jornada ela se descobre, entende seu papel, assume responsabilidades e precisa superar os próprios limites. Não há rivalidade feminina nessa história, pelo contrário. A mãe de Moana está presente do início ao fim (ela não morreu nem tem uma madrasta) e se dá bem com a sogra, vovó Tala. E a cena de Moana com Te Fiti! ♥ Puro amor!



7) Moana Baby
Ela rouba a cena logo no começo do filme e arrebatou meu coração. Deus, quero a Dani igual à Moana. Nunca te pedi nada! Uma coisinha fofa e simpática, com uns olhões arregalados curiosos e cheia de vontade de dar uns mergulhos. Pega a Moaninha e coloca no chaveirinho pra andar com ela o tempo todo.


8) Partiu decorar as músicas!
Já tava eu hoje escutando a trilha sonora e cantando loucamente os refrões. Adorei a pegada tribal das músicas. Confesso que me peguei esperando a que fala de amor romântico, mas no fim percebi que o amor estava ali o tempo todo, só que de maneiras mais puras e sinceras.

9) Não consegui escolher o coadjuvante preferido
Já falei da vó, falei um pouco da mãe, mas elas não são as únicas que se destacam. O porquinho-cão e o galo burro dão um toque engraçado ao filme, assim como os Kakamoras, os cocos piratas. E o oceano também merece destaque, afinal ele tem vida própria, humor e decisões, sendo fundamental na jornada de Moana.


10) Vamos cuidar do meio ambiente
Tá, não é a mensagem central. Mas consegui perceber uma sutileza de mostrar que, por melhores que sejam as intenções, nossos atos podem prejudicar o meio ambiente e consequentemente as futuras gerações. E, como se passa há milhares de anos, a relação do homem com a natureza é mais forte, aquela dependência da pesca e da colheita.


Acho que vocês já perceberam o quanto eu tô apaixonada. Poderia escrever muito mais, mas não consigo expressar tudo que senti, muito menos quero estragar sua surpresa. Amei essa menina de coração enorme e muita força de vontade.

Agora sim eu me sinto representada! Agora sim eu me vejo como princesa Disney!

Giulia Ladislau
26 anos. Filha do Rei. Carioca da gema. Aliança na mão esquerda. Pedagoga por formação, militar por profissão, revisora por paixão. Fascinada por livros desde quando nem se entendia por gente.

8 comentários

  1. Giulia!
    Estou doidinha para ir assistir, acho ela a maior fofa, mas será difícil porque maridão não curte desenhos, então já sei que terei de esperar sair o DVD ou no Now para poder assistir.
    Mas já fui as bancas de revista atrás do álbum e das figurinhas que estão lindíssimas, vale a pena colecionar. sim eu sou uma criança crescida...kkkk
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. estou doida para ver esse filme! Moana ja se tornou uma febre, um sucesso estrondoso
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Giulia, se eu já estava doida para ver esse filme, você me deu mais 10 razões e pegar a estrada por uma hora para chegar no cinema e vê-lo.
    Desde o primeiro trailer percebi que esse filme da Disney iria ver para quebrar as barreiras de que princesa precisa de um príncipe encantado, que precisa ser salva e que sempre será uma donzela em perigo.
    Eu me apaixonei pela Moana bebê, gente, que fofura, dá vontade de apertar.

    ResponderExcluir
  4. Moana e muito fofa, dá vontade de apertar e morder. o cabelo dela e lindo... adorei a parte que ela fez um coque "normal".

    ResponderExcluir
  5. Pensa numa pessoa apaixonada por animação.. sou eu! Na última vez que fui ao cinema vi o trailer de Moana e já fiquei muito curiosa por ela ser uma guerreira não uma princesa rsrs e apaixonei pelo galo S2 só preciso decorar as músicas agora

    ResponderExcluir
  6. aaaaaaaaaaa que coisa mais amada!
    Essa é a primeira postagem sobre esse filme que leio e adorei a forma como você a escreveu!
    De fato, todos os pontos abordados são super importantes e precisam ser cada vez mais comuns. Representatividade importa siiiiim!
    Esse porquinho-cão parece ser muito engraçadinho! E vós sempre tem lições de moral lindas ♥ já quero assistir!

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  7. Deu pra perceber sim que você está apaixonada pela Mona kkk
    Na verdade eu vi o trailer e achei fofinho mas eu ainda não assisti porque não sou muito de ver filmes de animação. É que quando vou ver algum filme sempre prefiro outros.
    Mas com certeza deve ser uma boa pedida para quem curte animação.

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda não assisti Moana e também não li muitas coisas a respeito do filme, só escutei falar dos amigos mesmo. Não sabia que no filme não tinha isso de príncipe encantado, a história deve ser mesmo bem diferente. E que fofa é a Moana baby, da vontade que fosse real pra apertar essa bochecha <3

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)