Minha Julieta - Leisa Rayven

Esta resenha contém spoiler do primeiro livro da série.
Meu Romeu

Resenha Livro Minha Julieta

Se você leu minha resenha de Meu Romeu, percebeu que reclamei sobre a falta de respostas. Conseguimos vislumbrar o desenho do quebra-cabeças, mas ficaram faltando várias peças que seriam essenciais pra compreensão do todo. Na época fiquei ansiando pela continuação, mas só há pouco consegui encaixar Minha Julieta na fila. E já adianto que minhas expectativas não foram atendidas.

Começando no ponto exato em que o primeiro terminou, o segundo volume nem precisaria existir, poderia ser um livro só, bem grosso, cortando algumas poucas cenas. Por isso nem vou escrever o resumo da história, porque é realmente a mesma coisa do primeiro.

Esse homem significa tanta coisa para mim. Ele foi meu primeiro amigo de verdade. Meu primeiro amor. Primeiro amante. Me deu mais prazer do que eu podia imaginar, e é o arquiteto de uma dor que jamais pensei ser capaz de suportar.
Parece quase impossível transformar todos esses homens em um, no homem que ele quer ser. Aquele que quer apenas ser um só para mim.
Meu.

Minha impressão é que a autora supôs que todo mundo iria ler um atrás do outro, mas como demorei um tempo considerável entre as duas leituras acabei esquecendo algumas coisas. A narração ou o diálogo citava uma cena em que era necessário saber exatamente o que tinha acontecido, e eu ficava meio perdida. Essa dificuldade de lembrar detalhes tornou minha leitura bastante arrastada e cansativa, a ponto de eu demorar dias e intercalar outro livro com esse. Faltou aquela sutileza de com uma frase refrescar a memória do leitor antes de introduzir uma cena que remetesse a algo do livro anterior.

No jogo e gato e rato do passado, tem um momento em que Cassie e Ethan combinam que vão manter relações sexuais sem envolvimento emocional. Tu acha mesmo que eles conseguiram? Eu tava que nem a Ruby, amiga com quem ela divide a casa, sem saco mais pra ouvir essa ladainha. hahaha

O que compartilhamos é um deserto emocional com um oásis de sexo, e estamos os dois bem com isso.

A narrativa continua intercalando a voz de Cassie no passado e no presente, mas agora temos também partes do diário de Holt. ♥ Sabe, eu não sou muito fã de bad boys, mas a trajetória desse até sua regeneração foi uma das poucas que me convenceu,

Resenha Livro Minha Julieta

O foco agora é no porquê da mudança de Holt e como ele conseguiu se transformar totalmente; quando finalmente entendemos tudo faz sentido. E ao mesmo tempo acompanhamos a dificuldade de Taylor assimilar, aceitar e se abrir novamente. Enquanto a parte do passado focou muito em sexo, a do presente explorou bastante os aspectos psicológicos dos personagens.

Quando Ethan terminou comigo, enchi todos os vazios que ele deixou com concreto. Isso me protege de ter sentimentos muito intensos. Por outro lado, não sobrou espaço para mais nada, nem ninguém.

Se no primeiro o sexo só apareceu no final, nesse aqui toca a buzina PRE-PA-RA! Tem cena hot a dar com o pau - perdoe-me o trocadilho. Como a primeira vez deles rola já no finzinho de Romeu, só agora toda aquela tensão sexual e a bendita química entre os dois pôde ser explorada.

- Dê logo uma nota para Holt.
- De zero a dez?
- É.
- Pelo sexo?
- Dez.
- Você está brincando comigo? Por que ele ganhou um dez?
- Porque é o número de orgasmos que ele me deu em uma noite.

Tenho certeza de que minha opinião foi fortemente influenciada pelo intervalo entre a leitura dos dois livros. Talvez se eu tivesse lido em sequência teria continuado no mesmo envolvimento com a história de Cassie e Ethan e dado nota máxima pra série. Sim, eu preferia um livro só, porque não fui impactada por este. Por isso #ficadica: se for ler, esteja com os dois na mão e com tempo pra pegar um depois do outro.

- Alguém um dia disse: "Se você amar alguém, deixe-o livre. Se voltar, é seu. Se não, nunca lhe pertenceu.
- Não acredita nisso? - pergunta Ethan.
- Acredito, mas a questão é que às vezes as pessoas querem ir embora porque estão assustadas, ou mal informadas, ou inseguras, ou confusas. E é nessas horas... nesses momentos duros e definitivos, em que duas pessoas estão à beira de despencar ou de voar, que você precisa se perguntar: deixo essa pessoa ir? Ou garanto, antes que dê mais um passo em direção à porta, que ela sabe todos os motivos pelos quais deveria ficar?
- Eu não precisava de motivo. Precisava de desculpa.

Resenha Livro Minha Julieta

Minha Julieta (Starcrossed #2) - Leisa Rayven
Globo Alt
352 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon
Giulia Ladislau
26 anos. Filha do Rei. Carioca da gema. Aliança na mão esquerda. Pedagoga por formação, militar por profissão, revisora por paixão. Fascinada por livros desde quando nem se entendia por gente.

5 comentários

  1. Giulia!
    Para mim o maior problema nas séries é justamente esse: demorar para sair as continuações, daí acabamos nos perdendo quando vamos ler o próximo.
    Independente desse detalhe, gosto de livros que usam passdo e presente, bem como gosto de livros hots, acredito que gostaria de fazer a leitura desse romance.
    “O que sabemos, saber que o sabemos. Aquilo que não sabemos, saber que não o sabemos: eis o verdadeiro saber.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Só li o comecinho da resenha porque pretendo ler os livros e NÃO pretendo ler spoilers haha
    uma pena que suas expectativas não tenham sido atingidas! na verdade eu já percebi que quando me empolgo demais com um livro acabo me decepcionando, portanto ultimamente mesmo que eu tenha em mãos vou deixando pra depois.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Giulia, fiquei chocada com o quote hot. Menina, que isso?! kk
    Estou nas mãos "Meu Romeu", mas pelo jeito irei esperar comprar "Minha Julieta" para ler sem me decepcionar como você.
    Quando o segundo volume não me deixa tão satisfeita quanto o primeiro, concordo que a autora deveria tornar tudo um único volume. A Cassie e o Ethan parecem bem mais saidinhos nesse volume, e também, essa obra aparenta ter mais momentos hots do que o primeiro volume. E um ponto que eu gosto de destacar em continuações, é quando a autora mostra a evolução dos personagens, como aconteceu com o Holt, isso mostra o quanto ele cresceu ao passar dos volumes.
    Agora terei que comprar "Minha Julieta" e não me aquietar até ler os dois volumes.

    ResponderExcluir
  4. Que pena que a leitura ficou um pouco arrastada. Já aconteceu comigo de ler continuações muito tempo depois e então tive que reler o primeiro ou então não ia conseguir aproveitar tão bem o segundo. Hmm já deu pra sentir que é hot hot hot meeesmo!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pela dica. Eu com certeza só vou ler esse livro se estiver com os dois. Geralmente quando começo uma série eu prefiro já ter pelo menos dois dos livros comigo para terminar e já dar continuidade. Não sou muito fã de bad boys também mas que bom que este te convenceu, quem sabe a mim também convence.
    Beijos :*

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)