Mau começo - Lemony Snicket


Resenha do Livro Mau começo


Se você espera ler uma história linda e de finais felizes, isso é o que você não vai encontrar em “Mau começo”, o primeiro livro da série “Desventura em série”. Eu já tinha assistido o filme faz um bom tempo, aquele com Jim Carrey e há pouco tempo soube que tinha o livro, então surgiu o interesse de ler, sem contar que esse mês estreia a série na Netflix, aí juntou tudo e pensei “TENHO QUE LER URGENTE!”.
Apesar da mensagem inicial do livro passar que não haverá finais felizes e de tristezas sucessivas (o título já anuncia isso), o livro é voltado para o público infanto-juvenil, mas nada impede de uma pessoa mais velha tipo eu ler. É o tipo de leitura rápida, sabe? Em um dia quando vê já acabou e você tá partindo para o próximo.
Se vocês se interessaram por histórias com final feliz, é melhor ler algum outro livro. Vou avisando, porque este é um livro que não tem de jeito nenhum um começo feliz, e em que os acontecimentos felizes no miolo da história são pouquíssimos.

Mas vamos lá, né? Vamos. O livro inicialmente conta a história dos irmãos Baudelaire. Violet, a mais velha, Klaus, o do meio, e Sunny, a caçula. Apesar de jovens/crianças, esses meninos se mostram bem a frente do seu tempo. Violet era fascinada por criar coisas e todas as vezes que prendia o cabelo era porque as engrenagens do seu cérebro estavam pensando e provavelmente estava criando mais uma nova engenhoca. Klaus, apesar da pouca idade, já havia lido tantos livros, então ele sabia falar de muitas coisas. E Sunny... Sunny não falava, ainda, só emitia alguns sons (que eram traduzidos pelo narrador), tinha os dentes afiados e mordia tudo.

Resenha do Livro Mau começo

Até aí tudo bem, os irmãos moraram com os pais no centro da cidade (bem, não dizem que cidade é essa e nem em que época passa a história, então coloquemos a imaginação para funcionar). Não é narrada essa parte, mas em algumas lembranças das crianças percebia que eles eram uma família feliz. Só que um dia em que os três irmãos estão na praia chega o Sr. Poe (banqueiro e amigo da família) com a triste notícia de que a casa dos garotos havia pegado fogo e os pais haviam morrido no incêndio. Sem ter nada, os Baudelaire passam alguns dias na casa do Sr. Poe (que não era lá essas coisas e notava que ele e nem a esposa queriam ficar com eles) e depois eles são levados para a casa do parente mais próximo, o conde Olaf.
Vocês já se acostumaram a morar na cidade, e esse conde Olaf é o único parente que vive dentro dos limites urbanos.

Ele era ator, vivia numa casa totalmente suja e judiava dos meninos. Pense... Mesmo não suportando as crianças, o Olaf tinha um interesse, a herança fortuna que as crianças tinham, por isso as suportavam, embora as tratassem muito mal.
[...] aquelas impressões – de que o conde Olaf era uma pessoa horrível e de que sua casa era um chiqueiro deprimente – estavam absolutamente corretas.

O conde diariamente escrevia uma lista de tarefas a serem executadas pelos órfãos.
As instruções que ele deixava tinham a ver com tarefas em geral, como repintar a varanda dos fundos ou consertar as janelas; em vez de assinar, o conde Olaf desenhava um olho na parte de baixo do bilhete.

Assim, o refúgio dos irmãos era na casa da vizinha, a juíza Strauss. A casa dela é uma beleza e os meninos ficaram mais encantados ainda quando entraram e se depararam com uma imensa biblioteca.

Bem, como já disse, ao ler várias imagens do filme foram sendo lembradas, mas nada se compara, né? A história é bem legal. Como é o primeiro livro fica tudo meio introdutório, só pra gente saber quem são os personagens principais. O livro é narrado na terceira pessoa e o narrador faz aquilo que eu amo, conversa com o leitor. Outra parte linda é que o livro tem algumas ilustrações no início de cada capítulo e ao longo da história.


Depois de ter lido a primeira história cresce a vontade de ler a continuação, mas antes eu vou assistir os dois primeiros capítulos para ver com o livro foi adaptado.



Resenha do Livro Mau começo

Mau começo (Desventuras em série #1) - Lemony Snicket
Editora Seguinte
152 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon

6 comentários

  1. Danila!
    quanto sofrimento dessas crianças, hein?
    Que horror!
    E todos estão fascinado para assistir a série que começou hoje no Netflix, pena que não sou assinante.
    Tomara que esse tal Conde se exploda.
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Ei, Danila!
    Essas crianças passam por cada "aventura fora de série", logo vi a notícia que a Netflix ia reproduzir série fiquei curiosa em saber um pouco mais sobre ela. A série, por mais divertida que seja ela, fica bem cansativa e enjoada. Entretanto, esse livro parece ser muito bom e bem interessante.
    E Danila... falaram que a adaptação é bem fiel ao livro, espero que você também concorde.

    ResponderExcluir
  3. Eu sou muita fã de Desventuras em Série. Também assisti o filme faz um bom tempo e sempre me recordo.
    A série na Netfliz já estreou e ninguém para de comentar isso, rsrs. Eu preciso ver urgente! O livro eu vou deixar um pouquinho pra depois mas ainda assim é leitura obrigatória em 2017!

    ResponderExcluir
  4. Eu amo demais o filme!!! Tipo é um dos poucos que assisto de novo e várias vezes. Tbm estou mega curiosa com a série do Netflix e não sabia que tinha os livros. Minha preferida é a Violet por ser inteligente e tudo *_* Vou buscar os livros nos sebos aqui da cidade

    ResponderExcluir
  5. Nossa, eu pensava que esse livro tinha uma quantidade maior de páginas, mas é bem pouquinha mesmo, de leitura rápida. Deve ser por ser mais introdutório mesmo. Quero muito ler e que venham imagens do filme na cabeça.

    ResponderExcluir
  6. Chateada porque não tenho Netflix para assistir a série e ignorei o filme diversas vezes sem nem saber direito do que se tratava.
    Estou com todos os livros aqui para ler e eles são bem curtinhos mesmo, né? Acho que dá pra ler todos em menos de uma semana. De tanto falaram na série e nos livros me animei para ler hahaha
    Só fico me perguntando como pronuncia exatamente o sobrenome dos irmãos

    Beijos!

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)