Gigantes Adormecidos - Sylvain Neuvel

Resenha Livro Gigantes Adormecidos

No seu aniversário de onze anos, Rose ganhou sua tão aguardada bicicleta. Assim que teve a oportunidade, saiu pedalando e não parou até chegar à orla do parque localizado no fim de sua rua. Estava escurecendo, mas, antes que desse meia volta, foi atraída para a floresta por uma luz arroxeada que vazava por entre os galhos. O chão sob seus pés cedeu e ela aterrissou no meio de uma gigante mão metálica. Dezessete anos depois ela terá a oportunidade de desvendar esse mistério de sua infância.

Rose Franklin, que se tornou Ph.D. em física, integra a equipe formada por um homem misterioso e sem qualquer ligação com órgãos governamentais. Entre suas funções está encontrar outras partes do que eles acreditam ser um robô extraterrestre. Não que ela quisesse acreditar nessa possibilidade, mas, segundo as pesquisas já realizadas, ele é tão antigo quando a humanidade e possui uma tecnologia ainda mais avançada que a existente hoje.

As pesquisas despertam o interesse de várias nações e empresas de grande porte, mas a grande questão é como essa máquina poderá influenciar o nosso mundo. Ela trará a destruição ou a paz?

Isso vai mudar a maneira como pensamos o mundo, a forma como nos vemos. Isso vai mudar o planeta, e temos a oportunidade de liderar essa mudança.

Sylvain Neuvel foi aclamado internacionalmente pelo seu livro de estreia e não é difícil entender o porquê. Não existe uma narrativa, a história é contada através de entrevistas, relatórios, fragmentos de diários e tudo o mais que exista nos arquivos do homem responsável por essa expedição. Apesar que não conhecermos sua identidade, fica claro para o leitor que ele é um homem poderoso.

Uma história de ficção científica com vários elementos de um thriller bem desenvolvido. A forma como a história foi estruturada dinamiza a leitura e aguça ainda mais nossa curiosidade. Aos poucos vamos descobrindo sobre a vida particular dos personagens, mas nem de longe o suficiente para sabermos em quem confiar. E uma dica importante: não se apegue a ninguém.

Resenha Livro Gigantes Adormecidos

Algo que sempre me agrada em histórias com cunho investigativo, é quando os personagens são tão leigos quando o leitor. É claro que percebemos que eles escondem informações uns dos outros, e por consequência de nós, mas o fato das grandes descobertas ocorrerem de forma simultânea aumenta a tensão durante a leitura.

A história é recheada de reviravoltas! Se você é uma pessoa que não consegue fazer deduções rápidas ou captar os detalhes, prepare-se para se surpreender. Achei que alguns detalhes foram desnecessários e no final isso acabou me incomodando um pouco, como a necessidade de um robô com fisionomia feminina. Bom é que nada conseguiu apagar o quão surpresa eu fiquei com a história.

Sei que estamos fazendo as perguntas erradas, mas não sei quais são as certas.

É bem comum eu escolher os livros que vou ler por conta da capa, e esse não foi diferente. Ela é simples e ao mesmo tempo linda. Agora que terminei a leitura, gosto ainda mais dela. Qualquer um que a vê numa vitrine poderá imaginar o enredo do livro e não se enganará. Só que ela diz o básico, há muito escondido nas entrelinhas dessa história. A diagramação é bem confortável para o leitor e mesmo sendo composta predominantemente por diálogos, não ficou confuso.

Gigantes Adormecidos é o primeiro livro de uma trilogia que promete atrair cada vez mais leitores. Se você ainda não teve a oportunidade de lê-lo, pare agora e mude isso.

Resenha Livro Gigantes Adormecidos

Gigantes Adormecidos (Os Arquivos Têmis #1) - Sylvain Neuvel
Suma de Letras
328 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon
Andressa Leal
Andressa, Dressa, Dreeh. Carioca e Tricolor. Na casa dos vinte. Futura noiva. Viciada em The Sims, fotografia e livros. Acredita que ter um blog é a melhor forma de juntar sua profissão com suas paixões.

7 comentários

  1. As reviravoltas são as melhores mesmo, naquele momento em que as informações explodem na nossa cara e nos deixam sem ação, assim como os personagens dos livros.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Andressa!
    sou fascinada por ficção científica e achei no início que seria um livro de fantasia e que bom estar enganada, porque fiquei totalmente envolvida com sua resenha explicativa e por saber que o livro traz grandes reviravoltas em seu enredo.
    Desejo uma semana de luz e paz!
    “A dúvida é o princípio da sabedoria.” (Aristóteles)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. A capa realmente é simples mas ao mesmo tempo atrativa, esse sem dúvida seria um livro escolhido pela capa. A narrativa chamou minha atenção, o fato estranho da infância tem chances de ser descoberto já na fase adulta é bastante interessante. Esse livro parece que apresenta um enredo envolvente, onde o leitor irá querer cada vez mais uma continuação, além de não ser escrito da forma comum, assim podemos dizer.

    ResponderExcluir
  4. Realmente a capa é encantadora demais rsrs mas não curto ficção cientifica então apesar da resenha bem escrita e elogiosa ao livro, não senti vontade de ler

    ResponderExcluir
  5. A capa é mesmo muito bonita! No entanto, ficção científica não me agrada muito. Gosto de reviravoltas e dessa "narrativa sem narrativa" mas não sei se aguentaria terminar esse livro, principalmente sabendo que se trata de uma trilogia

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  6. Parece um livro de ficção científica diferente de qualquer outro do gênero que eu li. Fiquei com vontade de conhecer a história e principalmente conhecer como é feita escrita do autor utilizando entrevistas, relatórios, fragmentos de diários.
    Parece interessante!

    ResponderExcluir
  7. Ah, é muito difícil não se apegar a nenhum personagem kkkk eu faço tanto isso.
    Fiquei impressionada como a história pode ser narrada como se fosse uma entrevista e ainda estar cheio de thriller!
    A capa é linda mesmo e eu também o escolheria se visse ele numa livraria.

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)