A Profecia do Pássaro de Fogo - Melissa Grey

Uma guerra se desenrola há anos entre dois povos, sem que os humanos tenham conhecimento. De um lado temos os Avicen, um povo formado por criaturas com penas por todo o corpo, no lugar dos pelos e dos cabelos; do outro temos os Drakharian, que são parecidos com dragões e possuem escamas pelo corpo. Eles são conhecidos por seus poderes mágicos e por sua guerra incessante, que nenhum dos povos mais sabe o porquê de ter começado, apenas que são inimigos.

Echo, nossa protagonista, é uma humana que fora encontrada pela Ala dos Avicen morando em uma biblioteca. A Ala a leva até o Ninho do povo e a menina passa a ser criada como membro daquele povo. Só que ao crescer, Echo percebe que não se encaixa muito bem naquele mundo e passa seus dias trancada na biblioteca. Ela é grata pelo que os Avicen fizeram por ela, mas deseja algo a mais.

A jovem tem o costume de furtar objetos de pessoas enquanto caminha pelas ruas, mas um dia essa sua mania a coloca em algo imensurável. Ao roubar uma caixa de música de um feiticeiro, Echo acaba se vendo em uma missão para encontrar o Pássaro de Fogo. Ela não faz ideia do que seja esta criatura, apenas ele pode acabar com a guerra entre seu povo e os Drakharian.

Determinada a ajudar os Avicen e vencerem e a pedido de sua tutora, Echo parte em uma jornada para encontrar a criatura mítica, antes que seja tarde demais. Se os Drakharian encontrarem o pássaro antes dela, este pode ser o fim eterno dos Avicen. Com ajudas um tanto inesperadas, Echo se aventurará pelas lendas até alcançar seu objetivo, mas sua trajetória não será nem um pouco fácil.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!


Quando vi esse livro pela primeira vez, ele havia sido anunciado como um dos próximos lançamentos da editora Seguinte, lá no Snapchat da editora. Não sabia muito bem o que esperar da trama, mas resolvi solicitar o meu exemplar e ver no que dava. Acabei protelando a leitura demais e vi algumas críticas negativas que me desanimaram. Contudo, na última semana me joguei na leitura. E me surpreendi com o que encontrei.

A escrita de Melissa Grey é bastante envolvente, mas em alguns momentos pode-se notar uma certa inexperiência da autora. Diálogos um tanto forçados e que não condizem com atitudes dos personagens me incomodaram um pouco enquanto lia, mas isso não pode desmerecer o universo criado pela autora.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas o ponto de vista varia entre os personagens. No começo este é mais focado no de Echo e vamos conhecendo os Avicen através de sua perspectiva. Por outro lado, também temos a visão de Caius, o líder do povo Drakharin e os vemos com outros olhos. Gostei bastante da forma como a autora desenvolveu isso, já que fica um tanto difícil decidir pra que lado torcer.

Pode-se notar que a autora teve diversas inspirações para criar a sociedade dos Avicen e dos Drakharin. Em alguns momentos foi difícil evitar as comparações com outras séries de fantasia da atualidade, desde Harry Potter e Os Instrumentos Mortais, até Guerra dos Tronos e O Senhor dos Anéis. Todavia, o livro está longe de ser uma cópia dessas séries. Pode-se dizer que Melissa Grey retirou o melhor desses mundos e construiu algo mais original.

Sobre os personagens, gostei bastante de vários, mas a minha favorita sem dúvida foi Echo. Ela é bastante sarcástica e irreverente, além de ter algo nato para a magia. Mesmo sendo humana a jovem demonstra uma aptidão e usa um truque ou outro para livrar-se de confusões que se mete no decorrer da trama.


O desfecho foi bastante surpreendente e me tirou o fôlego. Esse é o primeiro volume de uma trilogia, então a autora deixou algumas pontas soltas para a continuação. Acredito - e espero - que o segundo volume foque no passado de Echo, já que este ficou bastante em aberto no primeiro volume e deve ser bastante importante para a história.

A respeito da edição física, temos mais um show da editora Seguinte. Sou apaixonado pelo trabalho dessa editora e cada obra publicada é um novo tiro. Por mais simples que sejam a capa e a diagramação, ainda assim estas são atrativas e deixam o livro lindo na estante. Além disso, a obra conta com um marcador de páginas afixado na orelha - que eu nunca tenho coragem de cortar - e uma revisão impecável.

A Profecia do Pássaro de Fogo é um livro bastante envolvente, que iniciou muito bem essa trilogia. O segundo volume já foi publicado e deve chegar ao Brasil no primeiro semestre do ano que vem. Já estou ansioso e por isso não posso deixar de recomendar essa história a todos. Vale mesmo a pena!

A Profecia do Pássaro de Fogo - Melissa Grey
Seguinte
296 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon
Leonardo Amarante
18 anos, gaúcho, estudando biomedicina. Vidrado em exatas, mas apaixonado pelos livros desde que se conhece por gente. Blogueiro nas horas vagas, tem paixão pelo que faz, e acredita fielmente que foi destinado à literatura, só falta ela perceber isso também.

Um comentário

  1. Comecei lendo a sinopse,e para ser sincera não me empolgou muito a trama.
    O que realmente chamou minha atenção foi a capa.
    Linda! Linda!

    Mas depois que li sua resenha,fiquei até curiosa!
    E se eu tiver uma oportunidade vou ler.

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)