{ no cinema } Cegonhas


Cegonhas

Estreia: 22 de setembro de 2016
Gênero: Animação / Comédia / Família
Classificação: Livre
Duração: 1h29min
Direção: Nicholas Stoller e Doug Sweetland

Todo mundo já sabe de onde vêm os bebês: eles são trazidos pelas cegonhas. Mas agora você vai conhecer a mega estrutura por trás desta fábrica de bebês: na verdade, as cegonhas controlam um grande empreendimento que enfrenta muitas dificuldades para coordenar todas as entregas nos horários e locais certos.



Desidratada! Foi assim que terminei de assistir ao filme Cegonhas. Sempre que eu passava em frente ao shopping, via aquele pôster cheeeeeio de bebês e falava que queria assistir, até que ontem, no nosso aniversário de casamento, Eli me levou pra ver. E achei justo escrever sobre essa fofura logo hoje, no dia das crianças!

Sabe aquela história de que as cegonhas trazem os bebês? Pois é, isso era verdade até haver uma mudança radical no negócio. Para evitar inúmeros problemas, as cegonhas mudaram de ramo e agora fazem entregas de compras virtuais. Mais seguro, rápido e rentável.

Tulipa vive na fábrica, uma órfã que perdeu o caminho de casa quando bebê, e vive dando dor de cabeça pra direção. E pro destaque Júnior ser promovido a chefe só precisa uma coisa: demiti-la! Mas essa missão é mais impossível do que parece, então que tal despachar a menina desastrada pra uma sessão desativada? Solução perfeita! Só que... peraí, ela reativou a máquina de bebês? E agora, como fazer pra esconder uma fofura de cabelos cor-de-rosa do chefão? A melhor solução é fazer a entrega. Mas de asas quebradas a uma alcateia faminta, os perigos para essa viagem são muitos.

No destino, há uma família que está se preparando pra chegada do mais novo integrante. Na verdade, os pais não tão muito aí pra Nate, mas ele encontra um folheto antigo, escreve a carta pra fábrica de cegonhas e organiza os preparativos. Além da expectativa, ele consegue atrair a atenção dos pais, fazendo com que larguem o trabalho e dediquem um tempo à família.
É filme de criança, então é claro que o bebê vai chegar à sua casa, mas como isso acontece? Só você vendo pra saber!

Fato que já comecei predisposta a gostar da história, mesmo com a opinião de alguns colegas que acharam bem mais ou menos. Não sei se é o meu sonho de ser mãe, minha visão mais ampla do que um simples filme ou se era por conta das minhas bodas de açúcar, só sei que amei, que amei, que amei, que amei...

A protagonista Tulipa é uma ruiva cacheada #meridafeelings que faz penteados no cabelo. ♥ Eles conseguiram agradar a gregos e troianos colocando um modelo de família tradicional, mas também inserindo outras formas tão conhecidas na nossa sociedade. Aliás, o sentimento familiar também está presente no trio Júnior-Tulipa-Bebê, mostrando que nem sempre os laços afetivos dependem de sangue.

Não tem romance, pelo contrário. Uma personagem empoderadora, que ultrapassa limites e se permite vencer seus próprios dilemas de (auto)aceitação. Nate nos mostra que os sonhos podem se tornar realidade e que o caminho para eles pode ser árduo, mas traz muitas recompensas.

É só 1 hora e meia de filme, então você não vai ter desperdiçado tanto caso não goste, mas meu palpite é que você também vai amar e chorar. Arrisque!!!
Giulia Ladislau
26 anos. Filha do Rei. Carioca da gema. Aliança na mão esquerda. Pedagoga por formação, militar por profissão, revisora por paixão. Fascinada por livros desde quando nem se entendia por gente.

5 comentários

  1. eu não sabia que o filme era tudo isso e mais! estou ainda com mais vontade de ver, amo uma animação!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com vontade de arriscar e assistir o filme. Afinal,filmes infantis sempre nos fazem bem.Eu pelo menos me sinto mais leve.
    E sim,pretendo conhecer essa história! 😊

    ResponderExcluir
  3. Oi Giulia,
    Amo esses filmes de animação, além da diversão garantida sempre passam belas mensagens, e pelo jeito Cegonhas é um filme e tanto, não imaginei que seria tudo isso. Adorei a sua resenha do filme, assim que tiver a oportunidade vou querer assistir, já que na minha cidade não tem cinema :/
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sabia desse filme mas nem liguei muito para ele. Adoro assistir animações e só pela sua resenha já sei que vou gostar muito(e chorar! Haha)<3 Com certeza vou assistir!

    ResponderExcluir
  5. Ooown, que lindo, achei um amorzinho!!!
    Vou querer assistir com certeza!
    Ainda não tinha lido nada sobre esse filme, mas adoro as histórias de cegonha kkkkkkk acho uma fofura, e esse parece ser um filme bem gostoso e leve, bom pra dar risada !!
    Lindo esse poster da cegonha com o bebê também!! kkk
    bjss

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)