Noites Roubadas - Rebecca Maizel

Esta resenha pode conter spoiler do primeiro livro da série.
Dias Infinitos

Dias Infinitos teve um final arrebatador, que deixou uma grande pergunta no ar: quem seria o protagonista do próximo livro? Afinal de contas, Lenah Beaudonte deveria estar morta. Deveria. Misteriosamente, Lenah sobreviveu ao ritual que transformou Vicken, membro do seu coven e seu antigo amor, em humano novamente.

Mas as complicações desse ritual vão muito além. Ele é contra a natureza dos vampiros e por isso despertou a fúria dos elementos que mantêm o equilíbrio da terra, chamados de Aeris. A magia liberada foi tão forte que atraiu outros vampiros, inclusive uma velha conhecida dela, que está aterrorizando o Internato Wickham.

A ligação ente essas duas vampiras não pode ser descartada. Odette foi a última pessoa que Lenah transformou em vampira, mas ela é o oposto de tudo que Lenah acreditava saber sobre os vampiros. Além de ser perigosa e ter poderes incríveis, Odette é extremamente gananciosa e fará de tudo para assumir o posto de rainha dos vampiros que pertence a Lenah. Caso ela se recuse a colaborar, Odette não hesitará em matar todos aqueles que são importantes para Lenah (e ela realmente mata uns personagens que vão te deixar com o coração partido)

Em meio às consequências caóticas do ritual, o drama juvenil se faz presente com a readaptação de Vicken ao corpo humano e a descoberta de que Rhode, o grande amor da sua vida, está vivo (!!!) e não quer falar com ela. Ela tem três ex no mesmo livro e precisa correr atrás justo daquele que não a quer?!

Apesar de seus melhores esforços, ele jamais me entenderia. Não podia saber o que era estar vivo depois de passar tanto tempo morto. Ter beijado a morte e vivido para contar.

Quero começar minha opinião dizendo que Rebecca Maizel sabe te prender a uma série. Que final foi esse gente?! Mais uma vez estou louca pela continuação - que, pelo padrão da editora, deve levar mais um ano para ser publicado -, mesmo que o livro tenha tido altos e baixos. A escrita da autora continua envolvente e nem a previsibilidade da história vai te fazer largar esse livro. Chegar ao final é quase uma necessidade!


A narrativa em primeira pessoa costuma ser a minha preferida, mas, quando a protagonista insiste em ser chata, preciso respirar fundo com certa frequência. Que Lenah era egoísta eu já sabia, mas nesse livro ela ultrapassa todas as barreiras do aceitável. Ela nunca pensa antes de agir e, quando se dá ao trabalho, pensa no que atende melhor aos desejos imediatos dela. O reaparecimento do Rhode me deixou em êxtase, porque eu havia gostado muito do pouco que conhecia dele, mas Lenah fez desse momento uma tortura. Ela parecia uma criança de quatro anos de idade que teve o um sorvete negado pelo pai. Além disso, ela poderia ter acabado com todo o problema com uma simples escolha, mas adivinha?!

O único que conseguia por Lenah em seu devido lugar era Vicken. Ele, que mal atraiu minha atenção no livro anterior, dessa vez foi a estrela. Suas cenas eram divertidas e ele sempre surgia quando eu estava a ponto de jogar o livro na parede, na esperança que isso sacudisse os miolos de Lenah. Odette foi uma carta na manga da autora e surpreendeu muito!

Todos os nossos erros permanecem instalados em nossos corações? Podemos mesmo nos libertar? Aquilo que está gravado em pedra pode ser desfeito. Pois a pedra não pode prevalecer.
Até a pedra pode ser quebrada.

A edição está tão linda! As capas dessa série não dão qualquer indicação sobre o que se tratam, mas acho esse padrão tão charmoso, uma mistura de antigo e moderno. A diagramação é simples, sem qualquer enfeite, mas é confortável para a leitura, e é isso que importa.

Se você gosta de vampiros mas ainda não conhecia essa série, aproveita que já tem dois livros publicados e se joga. Enquanto isso sigo aqui controlando as minhas expectativas para a continuação.


Noites Roubadas (Dias Infinitos #2) - Rebecca Maizel
Galera Record
384 páginas
Livro cedido pela editora
Onde comprar: Submarino | Americanas | Saraiva | Amazon
Andressa Leal
Andressa, Dressa, Dreeh. Carioca e Tricolor. Na casa dos vinte. Futura noiva. Viciada em The Sims, fotografia e livros. Acredita que ter um blog é a melhor forma de juntar sua profissão com suas paixões.

9 comentários

  1. Oi Andressa, histórias com vampiros em geral me atraem e apesar de também achar as capas dessa trilogia um charme não consegui decidir se iria gostar dessa história, pelo que entendi, a protagonista além de ser meio chatinha tem muitos amores e a narrativa em primeira pessoa é toda dela, eu gosto quando a narração é dupla ou até mesmo tripla rsr. Assim acho que vou esperar o lançamento do terceiro e ver as resenhas antes de resolver se me arrisco nela ;)

    ResponderExcluir
  2. Também gosto muito de histórias sobre os vampiros. Tanto é que um dos meus livros favoritos é o Drácula.
    Não conhecia a série e fiquei muito interessada em ler.
    E a capa também é linda!
    Como ainda não li o primeiro livro,fiquei um pouco perdida lendo a resenha de Noites Roubadas,mas espero ler em breve. ;)

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Ainda não conhecia essa serie, mas sempre acho interessante ler livros sobre vampiros para ver qual tipo de mitologia a autora ira adotar e o que ira acrescentar de interessante nesse universo e mesmo a Lenah não agradando muito fiquei curiosa para ler a resenha do primeiro livro para ver se realmente gosto !!

    ResponderExcluir
  4. Andressa!
    Confesso que não conhecia a série, nem a autora, mas de antemão já digo que gostei do enredo, porque tudo ligado ao mundo dos vampiros me interessa e saber que ela tem uma magia que pode transformar os seres em humano, é bem diferente. Fiquei curiosa.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de SETEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Opa, vampiros! Faz tanto tempo que não leio nada desse tipo que fiquei morrendo de vontade. Mas eu tenho que começar a ler as resenhas dos primeiros livros primeiros antes de ler as novas, sempre fico confusa no enredo. De qualquer maneira, percebi que teve algum tipo de ritual e que a protagonista sobreviveu, é bom que tenha sido bem desenvolvido isso, pois esse tipo de coisa costuma ser muito sem pé nem cabeça. Vou procurar saber mais da história e espero poder ter a oportunidade de conhecer.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Dreeh
    Estava um pouco saturada de histórias sobre vampiros, mas agora voltei a gostar de ler livros com esse enredo haha
    Não tinha ouvido falar dessa série, não lembro de ter visto alguma divulgação dos livros, e apesar de ter gostado do enredo diferencial, confesso que não fiquei muito interessada em ler, protagonistas com a personalidade da Lenah me irritam. Vou esperar pelo terceiro volume, se a resenha me empolgar e achar que vale a pena a leitura, quem sabe dou uma chance.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Acho que a minha época de vampiros já passou, pelo menos até agora não encontrei outro livro que me fizesse simpatizar com eles de novo. Também não sei se foi porque peguei a resenha da série já andando no segundo livro, mas não sei se independente disso eu leria os livros ou não, hoje já tenho certa preguiça de personagens como Lenah.

    ResponderExcluir
  8. Não eu não gosto de vampiros, abandonei esse tipo de leitura j[a faz tempo, mas teve uma frase aqui que independente do tipo de temática me chamou a atenção pela grande parte do humor que preciso falar: "Ela tem três ex no mesmo livro e precisa correr atrás justo daquele que não a quer?!" kkkkkkkkkkkkkk, isso cabe em qualquer tipo de leitura, e até na nossa vidinha sentimental não acha? Bom acredito que será um prazer retomar leituras sobre esses seres e ver se ainda gosto! Adorei a dica

    ResponderExcluir
  9. Já havia visto o livro, mas nem sabia qual é o tema. Li poucos livros de vampiro, apenas Crespúsculo(que não gostei) e a série House of Night(que amei e fiquei super viciada). Com certeza vou ler esse, já que parece ser ótimo e tem personagens muito bons!

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)