Enquanto Bela Dormia - Elizabeth Blackwell


Título: Enquanto Bela Dormia
Autor(a): Elizabeth Blackwell
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 368
Onde comprar: Submarino | Saraiva | Casas Bahia
Nota:

Nos salões de um castelo, uma confidente leal guardou por muitos anos os segredos de uma rainha linda e melancólica, uma princesa que só queria ser livre e uma mulher que sonhava com a coroa. Esta é sua história.

Ambientada em meio ao luxo e às agruras de um reino medieval, esta releitura de A Bela Adormecida consegue ser fiel ao clássico ao mesmo tempo que constrói uma narrativa recheada de elementos contemporâneos. Nessa mescla, os dramas de seus personagens – um casal infértil, uma jovem que não aceita viver em uma redoma e uma família despedaçada pela inveja – tornam-se atemporais.

Quando a rainha Lenore não consegue engravidar, recorre aos supostos poderes mágicos da tia do rei, Millicent. Com sua ajuda, nasce Rosa, uma menina linda e saudável. No entanto, a alegria logo dá lugar às sombras: o rei expulsa de suas terras a tia arrogante, que então jura se vingar. Seu ódio se torna a maldição que ameaça a vida de Rosa. Assim, a menina cresce presa entre os muros do castelo, cercada dos cuidados dos pais e de Flora, a tia bondosa e dedicada do rei que encarna a fada boa do conto original.

Mas quando todas as tentativas de proteger Rosa falham, é Elise, a dama de companhia e confidente da princesa, sua única chance de se manter viva. E é pelos olhos dessa narradora improvável que conhecemos todos os personagens, nos surpreendemos com o destino de cada um e descobrimos que, quando se guia pelo amor – a magia mais poderosa do mundo –, qualquer pessoa é capaz de criar o próprio final feliz.

A verdade não é nenhum conto de fadas.

Alguma vez você já parou pra pensar como seria a vida de uma pessoa normal que vivenciou as histórias tão conhecidas por nós? Não tô falando simplesmente de contar a história da Bela Adormecida sob o ponto de vista da Malévola. Aqui fulana inovou trazendo o drama da vida de uma figurante, uma simples coadjuvante. Nossa narradora é Elise, uma criada que chegou ao castelo depois de muito sofrimento na vida.

Elise nasceu e cresceu na fazenda, filha bastarda de uma ex-criada do castelo. Aos 14 anos perdeu mãe e irmãos de varíola e, seguindo seu sonho, largou o campo e rumou à cidade em busca de parte da família e de contatos antigos da mãe. Logo conseguiu um trabalho no castelo, começando por baixo, e com seu esforço e mais algumas ajudas foi subindo degraus até conquistar a confiança da rainha.

Na história, os reis eram muito apaixonados na juventude, mas a infertilidade da rainha Lenore revelada ao longo dos anos faz o amor murchar, transformando-os em quase estranhos. A pressão por um herdeiro aumenta, o risco de passar o trono para o irmão é real, mas Lenore engravida, suscitando a raiva do cunhado. Mal sabe o rei que só foi possível graças à Millicent, tia do rei, de quem sempre houve boatos sobre magia e feitiçaria. Ele acaba a expulsando do castelo, mas ela não deixaria por isso mesmo.

Duas forças poderosas tinham se erguido uma contra a outra. E lutas desse tipo só podem acabar em desastre.

Contrariando regras e costumes, o rei declara Rosa sua herdeira, pela primeira vez uma mulher assumirá o trono. Mas no dia da apresentação Millicent volta e promete destruir a felicidade. Sem saber como isso acontecerá, o reino entra em estado de vigilância, o exército treina pra um possível combate. a princesa é criada com total restrição e o fantasma continua assombrando a rainha. Os anos se passam, todos pensam que a maldição foi esquecida e quando menos esperam Millicent volta pra cumprir aquilo que prometeu de uma maneira totalmente inesperada.

Gosto muito de releituras, então soma isso com essa capa linda e pronto, tava eu desesperada pra ler. E fiquei bem surpresa com a forma como isso foi trabalhado. Em todo o tempo, fica claro que há o conto de fadas da Bela Adormecida, inclusive com referências à versão dos Irmãos Grimm e à da Disney, mas a personagem insiste em destacar que a história foi romantizada, que a verdade é bem mais cruel do que nós imaginamos.

Os elementos originais estão presentes - a maldição de uma bruxa a uma princesa, a fada boa que pode protegê-la, a preocupação do rei e da rainha pra proteger a filha. Mas tem cada versão que é de arrepiar os cabelos, envolvendo até estupro. Nada como uma pesquisa no Google pra ter sua infância destruída.

Foi bom, mas não foi tudo aquilo que eu esperava. As histórias paralelas foram fáceis de acompanhar, mas não achei tanta graça no drama de Elise, muito sofrimento desnecessário, ou ela mesma que supervaloriza o que viveu, já que é a narradora. Ela tem tendência a se vitimizar, procurar inimigos em todos os lugares e por consequência se isolar. Paradoxalmente, suas atitudes são até utópicas, idealistas, e por vezes ela é mais leal à família real do que a si própria. Não sei se admiro essa característica, mas certamente eu agiria diferente.

Enquanto Bela Dormia abre mão do amor romântico pra dar vez ao amor fraternal, familiar. Talvez por isso ele perde um pouco do ar de conto de fadas pra ganhar um toque de realidade, algo crível. E provavelmente a minha expectativa errada, de achar que o foco seria o romance, me fez demorar bastante a concluir a leitura. Não foi um livro que me prendeu de cara nem que me fez ansiar por terminar, pelo contrário, li intercalado com outro e fui degustando aos poucos.

A maioria via aquelas muralhas como proteção contra o perigo, mas eu havia reconhecido, em algum lugar nas profundezas de minha alma, que nem todas as ameaças vinham de fora.

Mas o que me incomodou de verdade foi a rapidez com a qual Elise se deixou corromper pela vida de riqueza do castelo. Ela mal entrou e já foi mudando seu modo de ver as pessoas de mesma origem, inclusive em relação ao seu namorado. Senti uma certa repulsa por saber que isso é só retrato da realidade, de muita gente que sobe um degrau e já olha pra baixo com desprezo.

O estilo da autora foi bem interessante, pois a narrativa era no presente, Elise contando a história do passado, suas memórias, arrependimentos e pensamentos. Como é natural em qualquer relato de lembranças, às vezes antecipava acontecimentos que viriam, apontando ou resolvendo possíveis incoerências. Pro leitor, ficavam várias peças e a curiosidade de montar o quebra-cabeça. Como já é uma releitura, se eu falar mais estraga toda a surpresa que vocês possam ter, então vamos parar por aqui.

O trabalho da Arqueiro foi ótimo, mais uma vez. Já disse que a capa é linda, mas preciso ressaltar como ela combina com o livro, com esse ar meio sóbrio. A revisão e a diagramação também não deixam a desejar.

É válido ler, especialmente se você gosta de contos de fadas e releituras, mas tenha em mente que a realidade bateu à porta e ela pode não ser tão bonita assim.




TERMOS E CONDIÇÕES:
→ Ter endereço de entrega no Brasil.
→ Fazer um comentário sobre a resenha.

• A única regra é deixar um comentário no blog sobre a resenha.
• Não é necessário preencher todas as entradas do formulário; o participante preenche as que quiser/puder; quanto mais entradas preenchidas, mais chances no sorteio.
• Para o tweet, não serão aceitas frases modificadas; a frase pode ser tweetada 1 vez por dia.
• O livro será postado pela editora em até 30 dias úteis após o envio dos dados pelo contemplado.
• O vencedor receberá um e-mail com o resultado logo após a divulgação do mesmo e terá 48 horas para respondê-lo com seus dados; caso não haja resposta durante esse período, o livro será sorteado novamente.
• O resultado será divulgado em até 3 dias úteis após o encerramento da promoção.
• Caso o livro retorne ao remetente por falha ou erro do destinatário ou Correios (como objeto recusado, endereço insuficiente ou as 3 tentativas de entrega realizadas, dentre outras situações), o blog e a editora não se responsabilizam.
• A promoção começa em 27/03/2016 e terminará em 25/04/2016.
• Perfis fakes ou criados exclusivamente para promoções serão desclassificados.
• Se descumprir qualquer uma das regras acima, o participante será desclassificado sem aviso prévio.

a Rafflecopter giveaway


Boa Sorte!
Giulia Ladislau
26 anos. Filha do Rei. Carioca da gema. Aliança na mão esquerda. Pedagoga por formação, militar por profissão, revisora por paixão. Fascinada por livros desde quando nem se entendia por gente.

9 comentários

  1. Estou doida pra ler esse livro, curto muito uma releitura de clássicos da literatura mundial, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi isso tudo que estão comentando.

    ResponderExcluir
  2. Hello!

    Desde o lançamento que eu estou de olho no livro Enquanto Bela Dormia, achei a capa linda e a sinopse me chamou a atenção.
    Sou como vc e adoro releituras, e gostei de ler sobre o que achou do livro.
    Fiquei curiosa para conhecer Elise e entender essa evolução dela que aconteceu tão rapido.
    A capa está divina, eu ja compraria pela capa, hehe.
    Com certeza vou ler.
    Beijos!

    Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

    ResponderExcluir
  3. Também gosto de releituras,quando vi esse livro nos lançamentos da Arqueiro fiquei curiosa,foi bom ver a resenha pra saber o que esperar de Enquanto Bela Dormia,ver que a trama tende para o amor familiar e não o romântico(como achava em minha primeira impressão).
    A capa é charmosa.

    ResponderExcluir
  4. Contos de fadas, tem como não gostar? rs
    Estou bastante curiosa a respeito desse livro.
    Parece ser uma releitura bastante interessante.
    Fora a capa né .. que dá vontade de comprar só porque é LINDA rs, chama muito a atenção.
    Espero poder ler em breve, está na minha lista de desejados :)
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto muito de releituras e essa narrada por uma figurante da história ao meu ver muito dramática me chamou a atenção, apesar que gostei mesmo foi da capa, compraria só por ela, mas fiquei com muita vontade de ler por causa da resenha não sabia muita coisa sobre o livro.

    ResponderExcluir
  6. Certamente compraria esse livro pela capa rs
    A sinopse me deixou curiosa.
    A verdade não é nenhum conto de fadas, uma trama que envolve família, sofrimento, não se trata de um tipico conto de fadas, um releitura muito boa.

    ResponderExcluir
  7. Eu amoooo contos de fadas! Livros com releituras então nem se fala! Desde que vi esse lançamento da Arqueiro fiquei muito empolgada, ainda mais depois de ver algumas resenhas sobre ele. Espero não me decepcionar.
    Outro ponto que contou bastante pelo meu interesse no livro foi a capa! Capricharam demais nele! <3
    suelenmendes27@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Amo amo amo releituras de contos de fadas, estou lendo a Saga Encantadas e quero muito ler "Enquanto Bela dormia".
    A capa é tão linda que antes mesmo de saber da historia, eu já queria ler rsrs...
    Parabéns à Arqueiro pelo belíssimo trabalho, e à você, pela resenha excelente!
    andriboaroli@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. tô muito curiosa pra ler ,muito boa...
    participando
    Andrea Barbosa
    niquinha.elois@gmail.com

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)