Revival - Stephen King


Título: Revival
Autor(a): Stephen King
Editora: Suma de Letras
Nº de páginas: 376
Onde comprar: Submarino | Saraiva | Americanas | Casas Bahia
Nota:

Em uma cidadezinha na Nova Inglaterra, mais de meio século atrás, uma sombra recai sobre um menino que brinca com seus soldadinhos de plástico no quintal. Jamie Morton olha para o alto e vê a figura impressionante do novo pastor. O reverendo Charles Jacobs, junto com a bela esposa e o filho, chegam para reacender a fé local. Homens e meninos, mulheres e garotas, todos ficam encantados pela família perfeita e os sermões contagiantes. Jamie e o reverendo passam a compartilhar um elo ainda mais forte, baseado em uma obsessão secreta. Até que uma desgraça atinge Jacobs e o faz ser banido da cidade. Décadas depois, Jamie carrega seus próprio demônios. Integrante de uma banda que vive na estrada, ele leva uma vida nômade no mais puro estilo sexo, drogas e rock and roll, fugindo da própria tragédia familiar. Agora, com trinta e poucos anos, viciado em heroína, perdido, desesperado, Jamie reencontra o antigo pastor. O elo que os unia se transforma em um pacto que assustaria até o diabo, com sérias consequências para os dois, e Jamie percebe que "reviver" pode adquirir vários significados. 

Depois de uma baita experiência positiva com Joyland, estava ansiosa para ler mais algum livro do mestre. Tenho Carrie e À Espera de um Milagre em casa, mas as leituras de parceria nunca me deixam passá-las na frente. Não foi à toa que quando a Giulia me ofereceu Revival, não pensei duas vezes antes de aceitá-lo! Demorei um pouco porque, assim como no anterior, não esperava encontrar um enredo e uma trama tão densa. Quer saber um pouco mais sobre a obra e o que eu achei dela? Só continuar lendo!


Não está morto o que pode em eterno jazer
Em estranhos éons, mesmo a morte pode morrer.
[H.P.Lovecraft]

Em Revival, encontramos um garotinho, chamado Jamie Morton, brincando no jardim de sua casa com seus soldadinhos. Em meio à guerra travada em sua cabeça, envolvendo os bons e os alemães, algo interrompe sua brincadeira. Uma sombra toma conta do local, e quando ele ergue os olhos dá de cara com Charles Jacobs. Ele será o novo reverendo da cidadezinha e, assim como na maioria das famílias, a de Jamie também é do tipo "religiosa fervorosa", que coloca a fé na frente de tudo na vida.

A chegada de Jacobs traz muita alegria e esperança para o lugar, ainda mais com as palavras e sermões que chamam a atenção de todos. O reverendo e o menininho se tornam amigos logo de cara. Mas é claro que eu não vi esta amizade com bons olhos, afinal ele era apenas uma criança. Parecia uma fixação doentia. Mas porque?

A família perfeita que havia chegado era modelo para todas as outras. Mas algo iria acontecer entre eles que causou grande furor. O reverendo iria desacreditar em algo que ele mesmo pregava? Decepcionado com Deus, decide ir embora da cidade, mas não de qualquer jeito, e sim de forma vencedora, demonstrando o quão descontente estava com a religião e com sua fé.

Depois de muitos anos, Jamie já é um adulto e, desde o Sermão Terrível, está desacreditado de tudo, vivendo na estrada e abusando de álcool, drogas, muito sexo e rock and roll. Viciado e perdido, é quando ele encontra aquele que mudou sua vida. Isso mesmo! O reverendo. E é através de um pacto que novamente tudo se transforma. Será que reviver é tão fácil quanto parece?

Com certeza eu encontrei em Revival tudo o que gostaria e não teve em Joyland. As descrições, a riqueza de detalhes que não enjoa durante a leitura. Mas com certeza o maior atrativo foi a forma irônica com a qual o autor leva a religião no decorrer da escrita. Repleto de questionamentos, King construiu a trama por trás disso tudo com maestria.

Tudo isso fez com que eu degustasse aos poucos a leitura e demorasse mais do que o habitual para concluir um livro. Mas o gostinho de quero mais ficou, e com certeza já vou pegar outro escrito dele aqui para me deliciar! Mais um texto brilhante!

A capa tem alguns pedaços laminados, principalmente ao redor do raio que atravessa ela. A diagramação interna seguiu o padrão dos demais livros dele publicados pela Suma (ou seja, TODOS, rs) e não encontrei erros de revisão. E ponto positivo para o editor inteligente que optou por manter o título original!!

Estou bem empolgada para saber qual o próximo título que a Suma trará para nós, recém (ou nem tanto) fãs do mestre.
Pamela Moreno
Formada em Letras, optou por seguir duas carreiras que ama: lecionar e revisar. Acredita que pode mudar o mundo com simples gestos do cotidiano. Geminiana. Paulista. Para uma apaixonada pela leitura desde pequena, administrar um blog literário é muito mais que um simples hobbie.

15 comentários

  1. OI Pamela, apesar de o autor ser mega famoso, não consigo curtir a escrita ou as histórias dele. Na verdade li um livro dele e não foi a melhor experiência sabe, prefiro o filho dele mesmo. E esta sinopse também não me chamou a atenção. É meio estranha esta história e acho que não faz muito a minha cabeça, gosto de coisas mais de drama, sabe?

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Pam, Olha eu sou louca por King.
    Meu sonho de consumo no momento é It - A Coisa.
    Li pouca coisa dele, mas adoro as adaptações. A Espera de um milagre é um clássico e Carie também, sou louca pra fazer essas leituras, passa elas na frente logo, kkkkk
    Gostei bastante da premissa de Revival, não parece com nada que ele já tenha escrita, é disso que eu gosto tanto na escrita do King, ele é capaz de estar de reinventando sempre. Já quero ler esse também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas já fui conquistada pela capa ♥ De uns tempos para cá vim sentindo curiosidade de conhecer a escrita do Stephen, mesmo não curtindo muito o gênero terror. Fico muito feliz em saber que esse é um livro que vale a pena ler, estou animada para conhecer a história.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2016/01/novidades-de-janeiro-josy-stoque.html

    ResponderExcluir
  4. Oi Pamela, nossa eu sou doida para ler esse livro, sou uma grande fã do King e suas obras sempre me deixam de queixo caído. Li poucos livros dele, mas quero ler todos ainda, porque sempre sou surpreendida e a sua resenha me cativou a ir atrás desse o quanto antes!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-tudo-pode-acontecer.html

    ResponderExcluir
  5. Oi Pamela, nossa eu sou doida para ler esse livro, sou uma grande fã do King e suas obras sempre me deixam de queixo caído. Li poucos livros dele, mas quero ler todos ainda, porque sempre sou surpreendida e a sua resenha me cativou a ir atrás desse o quanto antes!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-tudo-pode-acontecer.html

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Gostei muito da leitura de Joyland, mas ainda não conhecia Revival, confesso que fiquei bem curiosa para lê-lo.
    Aprecio muito o dom que o Stephen tem para criar cenas extremamente descritivas sem tornar a leitura cansativa.
    Acho que Revival é um livro diferente de Joyland, mas, ainda sim, deve ser incrível.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, flor!
    Gostei muito da sua resenha. Pouco sabia sobre esse livro e ainda não li nada do autor, mas o enredo me atraiu e os questionamentos entorno da religião me atraem. Achei interessante seu comentário sobre as descrições que não enjoaram, porque acho isso muito importante! (rs) Com certeza, quero ler.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oii
    Nunca li nada do autor mas já vi alguns filmes =P Tenho aqui Joyland que está na lista de leitura para os próximos dias (assim espero),Revival me encantou logo pela sinopse e já estou louca de curiosidade pra saber sobre todo esse mistério que cerca esse livro essa cidadezinha,e esses dois personagens e com certeza já incluindo na lista de leituras do ano \o/

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/01/resenha-mais-uma-chance-abbi-glines.html#comment-form

    ResponderExcluir
  9. Todos os livros do Stephen King que eu li, eu amei. Ele tem um jeito de escrever muito peculiar, muito amor, muito tudo. Apesar de suas temáticas sempre serem mais pesadas, você gosta de ler, se sente bem. Eu AMEI a premissa de REvival desde que a Suma anunciou que iria lançar, essa capa é linda e a história MUITO interessante. Eu já encomendei esse livro, eu espero que chegue em breve pra eu ler. Parabéns pela resenha. :)

    ResponderExcluir
  10. Primeira coisa que chamou minha atenção no livro - tirando a capa que é MARAVILHOSA - foi o nome do personagem Jamie Morton - Bem King mesmo. E olha que nunca li nada do autor e quero muuuuuito ler.
    Eu adoreiiii a premissa, realmente fiquei muito curiosa.
    Aaaaaaaaaa pq não postou fotoo do livro????? Quero ver esses detalhes laminados, deve ser lindoo.

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem?
    Eu nunca tive a oportunidade de ler nada do King, mas com certeza ele é um grande autor pois todas as pessoas falam bem. Eu confesso que sou bem medrosa, e terei que escolher a dedo qual obra dele irei ler primeiro, e me parece que o Revival não é algo tão assustador, então espero ter a oportunidade de o ler.

    ResponderExcluir
  12. Oi Pamela!
    Eu nunca li nada do autor, até tenho curiosidade, mas falta coragem haha
    Gostei muito da sua resenha e Revival parece ser uma boa opção para eu conhecer a escrita, acho que vou gostar dessa ironia que o autor usou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Pamela! Sempre tive vontade de ler algo do Stephen King, mas livros de terror não me atraem rs. Pelo que eu entendi, esse fica mais no mistério da relação entre os dois, fugindo um pouco do terror. Fiquei bem curiosa a respeito da história e também para saber o papel da religião no livro (que tipo de desconstruções o autor faz? quero saber haha). Enfim, acho que vou dar uma chance ao livro, espero gostar tanto quanto você! Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Pamela, tudo bem? Eu li "Joyland" recentemente, e gostei muito... dos livros que eu li do King até agora, foi o que eu mais gostei. Fiquei bem curiosa com a sua resenha de "Revival" e se antes eu já estava com vontade de ler, agora estou ainda mais. Parece ser uma história cheia de conflitos e emoções. Muita gente não gosta, mas gosto como o King desenvolve seus personagens, a riqueza de detalhes e descrições... e gosto dessa forma irônica em que são tratados alguns assuntos importantes.

    A capa está muito bonita, ainda mais pessoalmente.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  15. Ei Pam, sua linda! <3

    Eu quero muito ler esse livro!! Eu amo King e nunca leio por causa das parcerias... King sempre precisa ser degustado com calma rs
    Esse me parece ter a trama um tanto diferente do que ele escrevia antigamente, mas com o toque dele, aposto.
    A capa nem preciso dizer o quanto amei né?!

    Bjus
    blog Fundo Falso

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)