A Transformação de Raven - Sylvain Reynard


Título: A Transformação de Raven (Noites em Florença #1)
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 448
Onde comprar: Submarino | Saraiva | Americanas | Fnac | C. Bahia
Nota:

Florença, o berço do Renascimento. Um lugar culturalmente fervilhante, perfeito para quem quer esconder segredos ou está em busca de uma segunda chance. Como a doce Raven, que se muda para a cidade na tentativa de esquecer os traumas do passado e se dedicar à sua maior paixão: a restauração de pinturas renascentistas.
Um dia, voltando para casa do trabalho na Galleria degli Uffizi, sua vida muda para sempre. Ao tentar evitar o espancamento de um sem-teto, Raven é atacada. Sua morte parece iminente, mas seus agressores são impedidos e brutalmente assassinados. Assustada e prestes a perder os sentidos, ela só consegue vislumbrar uma figura sombria que sussurra: Cassita vulneratus.
Ao despertar, Raven faz duas descobertas perturbadoras: uma semana se passou desde o ocorrido e ela se transformou por completo. Quando volta ao trabalho, mais uma surpresa: alguém conseguiu burlar o sofisticado sistema de segurança da galeria e roubar a inestimável coleção de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia.
Em busca da verdade, Raven cairá diretamente nos braços do Príncipe de Florença – tão belo quanto poderoso, tão sedutor quanto maligno –, que lhe apresentará um submundo de seres perigosos e vingativos, cujas leis ela precisa aprender depressa se quiser se manter viva e salvar os que a cercam.
A transformação de Raven marca o início da série Noites em Florença, cujos personagens foram apresentados em O príncipe das sombras.

A Transformação de Raven é o primeiro volume da série Noites em Florença que marca o início da incursão em romance sobrenatural do autor Sylvain Reynard.

Raven Wood nunca foi a garota mais popular ou bonita do colégio quando adolescente. Ela está acima do peso ideal e, devido a um acidente que sofreu na infância, ainda manca de uma perna e usa uma bengala. Apesar de ser insegura e ter baixa autoestima, nada disso impediu que ela fosse independente e corresse atrás de seus sonhos e paixões. Quando surge a oportunidade de ela trabalhar na Galeria Uffizi como restauradora de obras de arte, ela não pensa duas vezes e parte para Florença. Mas, numa noite, durante sua caminhada pra casa, ela acaba se envolvendo numa situação perigosa quando resolve defender um mendigo que havia sido espancado na rua por alguns marginais.

Sabendo do perigo da situação que não era nada favorável a ela, Raven já se prepara para o pior. Ela é atacada, e quando os baderneiros continuam, mesmo desfalecida, alguma coisa impede que ela seja violentada. Na semana seguinte ela desperta sem se lembrar de nada e mal acredita no que vê quando se olha no espelho. Ela não só se sente diferente, ela está diferente. Mais magra, mais bonita e até sua perna está completamente curada. Acreditando estar louca, Raven parte para a galeria, mas chegando lá é recebida por policiais. Ela descobre que a galeria foi roubada e se tornou a principal suspeita no caso do roubo por ter ficado sumida durante uma semana.

Como se tudo já não estivesse confuso o suficiente, ela conhece William, um homem que invade seu apartamento e a orienta a fugir para a própria segurança. Ele parece ter as respostas para todas as suas perguntas, mas obtê-las não será tão fácil quanto pensa. O que ela não imagina é que se trata do Príncipe de Florença, alguém cuja própria existência vai contra tudo o que ela acredita, mas que foi o responsável por salvá-la quando sua vida corria perigo, mesmo que ela não se lembrasse disso. Logo a atração é inevitável, mas a situação dos dois é mais complexa do que parece. O Príncipe deve manter seu reino protegido, mas precisará fazer uma escolha que poderá mudar sua vida, e a de Raven, para sempre.

A partir daí, segue uma história de suspense e amor em que dois mundos opostos se colidem.
mesmo que relutantemente o Príncipe a ajude, cada vez mais ele a arrasta para um mundo misterioso e desconhecido do qual ela deveria não saber que existe.

A escrita do autor é rica e graciosa, beira o estilo lírico e é um tanto afiada. Narrada em terceira pessoa, a história trata de um romance entre duas pessoas improváveis que, juntas, enfrentam os perigos das ruas de Florença. O romance fala de amor, sacrifício, religião e redenção ao mesmo tempo que se mescla com toques artísticos para dar beleza e riqueza à trama que vai se desenvolvendo de forma gradual e num ritmo lento mas, ainda assim, satisfatório.

Raven, inicialmente, é uma personagem que foge dos estereótipos de mocinha de romances contemporâneos, tanto pela aparência quanto pela personalidade, até mesmo porque ela mostra que a beleza é algo que vem de dentro. Ela é americana, mas, a fim de se livrar de seu passado conturbado e traumático, agarra a chance de ir para a Itália trabalhar com o que gosta em busca de uma vida nova.

O herói da vez - ou melhor, o anti-herói - é um vampiro secular, governador do submundo de Florença e que faz de tudo para manter a ordem na cidade. Mesmo que considere as pessoas seres insignificantes, ele sabe que elas são necessárias para que tudo possa fluir adequadamente no mundo. Ele é cruel, letal e valoriza a disciplina, mas esconde segredos e sentimentos como forma de fortalecer seu poder de influência e persuasão sobre os demais vampiros de sua espécie. Ao mesmo tempo que exerce seu charme se tornando alguém desejado, ele também é temido por ser alguém tão perigoso, mas para um homem que deve manter seus segredos em nome de seu governo, ter um ponto fraco que o torna vulnerável não é algo que ele pretendia ter no momento.

Um ponto de que gostei bastante foi o desenvolvimento dos conflitos internos que o casal enfrenta. Ele por ter que lidar com sentimentos que não sabia ser capaz de ter, pois uma criatura da noite tão imponente e sombrio não parece ser alguém capaz de amar. E ela por ser alguém que o torna vulnerável.

O roubo das famosas ilustrações de Botticelli também é abordado, dando prosseguimento ao que começou no conto anterior e que já vem da série O Inferno de Gabriel. Mesmo que não seja necessário ler O Príncipe das Sombras, acredito que a leitura seja importante para um entendimento mais completo do que se passa.

Os personagens de forma geral são bem construídos e interessantes e, mesmo que haja fantasia sobrenatural envolvida, possuem características emocionais que os tornam bastante próximos da nossa realidade.

A partir das descrições que o autor faz, é possível até mesmo fazer uma verdadeira viagem por Florença. E quem tem algum conhecimento de obras de arte vai ficar satisfeito ao se deparar com algumas obras sendo mencionadas no decorrer do livro.

A capa não tem detalhes a serem destacados apesar de ser bonita e bastante intrigante. As páginas são amarelas, apesar da imagem de uma das obras mencionadas na história que aparece no início do livro, a diagramação é simples e sem diferencial, e a fonte tem um tamanho agradável. A revisão está ótima. Ao fim da história há uma cena extra envolvendo o livro A Redenção de Gabriel mas que está ligada diretamente a este, e outra sobre Aoibhe, uma das personagens que anseia por ser a Princesa de Florença ao lado do Príncipe.

Talvez o título remeta a outro tipo de transformação, não a física pela qual Raven passa, mas algo interno, que envolve não só ela, mas a forma como o próprio Príncipe age e encara sua missão em Florença ao ser o responsável pelo submundo quando se deixa levar por um sentimento novo e único...

Ansiosa pelo próximo volume a fim de saber quais serão as consequências para as escolhas de Raven Wood e o Príncipe de Florença. Conspirações e reviravoltas, vingança, busca por poder, embates entre vampiros e caçadores e uma trama recheada de cenas super sensuais é o que nos aguarda em A Transformação de Raven.

10 comentários

  1. ooooi
    tudo bem?
    Gosto quando um livro que possui personagens sobrenaturais se aprofunda nos sentimentos deles, é bem interessante.
    Ao ler sua resenha me lembrei que vi a propaganda deste livro no metrô e achei a capa bem intrigante mesmo.
    Não sabia que fazia parte de uma série. Despertou minha curiosidade.

    [Último dia] PARTICIPE DA PROMOÇÃO "1 ANO DO BLOG"!

    ResponderExcluir
  2. Gente, para tudo, eu preciso desse livro!!
    Amei a sinopse, a capa e a sua resenha! Este livro combina tudo o que eu mais gosto: mistério, eventos sobrenaturais, obras de arte e a bela Europa!
    A série já está na minha lista de prioridades, adorei a sua dica!!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi flor, tudo bem?

    Minha colunista adora a escrita do autor, eu não tinha um interesse tão grande nessa série, mas depois de sua resenha eu me animei. Vou destacou coisas que eu gosto em uma narrativa e acho que vou pedir emprestado pra minha amiga e dar uma chance para esse autor. Realmente fiquei interessada, e acredito que vou ler sim. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  4. Oii Flá!

    Eu já li algumas resenhas desse livro e todas são bem elogiosas por sinal.
    Achei ótimo esse enredo e só plea sua resenha já fiquei super curiosa <3
    Imagina sofrer maior violencia e acordar toda linda e depois descobrir que faz uma semana que ela não aparece, gente loucura.
    Eu sou totalmente a favor ler os contos na ordem certa para não perdermos nenhum detalhe, pode parecer que não mas eles sempre ajuda.
    Espero que curta os demais livros e que suas duvidas seja sanadas :D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Olá Flavia, eu adoro livro que trazem romances com personagens sobrenaturais <3 A historia parece ser bem diferente e os personagens bem construidos. Espero poder lê-lo em breve *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  6. O que acho legal: o fato dos personagens serem bem construídos e interessantes e a questão de ter a arte presente e Florença tão bem descrita. O que me deixa em dúvida sobre ler ou não: normalmente odeio vampiros e não curto cenas sensuais, principalmente se forem muitas. Acho que os pontos negativos são muito mais presentes no enredo, então provavelmente não vou ler.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    É uma história bem interessante e perfeita para uma série, algumas características me lembraram Inferno, do Dan Brown, o que me deixou muito animado para ler.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Oi Flavinha, sua linda, tudo bem
    O que chamou minha atenção na sua resenha foi a construção emocional dos personagens,a apresentação dos conflitos. Saber que ela mexia com ele, o tornava vulnerável, dá mais verdade a história e nos permite maior envolvimento. Não vejo a hora de ler a série.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. oi flá ^^
    eu gostei e não gostei da raven sabe. muita das vezes ela me irritou e ficou cheia de frescura e isso me irrita profundamente, mas foi uma boa leitura.
    eu espero ansiosa pela continuação, pois creio que a personagem vai crescer mais. apesar de ser forte devido a sua história de vida, ela não me agradou tanto sabe?
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  10. Ola lindona, confesso que não gostei da Trilogia sobre Gabriel, mas esse livro envolve sobrenatural e já chamou minha atenção. Ainda mais ambientada em Florença, deve ser lindo . Já está em minha lista de leitura. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)