No Escuro - Elizabeth Haynes


Título: No Escuro
Autora: Elizabeth Haynes
Editora: Intrínseca


Catherine aproveitou a vida de solteira por tempo suficiente para reconhecer um excelente partido quando o encontra: lindo, carismático, espontâneo... Lee parece bom demais para ser verdade. Suas amigas concordam plenamente e, uma por uma, todas se deixam conquistar por ele. Com o tempo, porém, o homem louro de olhos azuis, que parece o sonho de qualquer mulher, revela-se extremamente controlador e faz com que Catherine se sinta isolada. Amedrontada pelo jeito cada vez mais estranho de Lee, Catherine tenta terminar o relacionamento, mas, ao pedir ajuda aos amigos, descobre que ninguém acredita nela. Sentindo-se no escuro, ela planeja meticulosamente como escapar dele. Quatro anos mais tarde, Lee está na prisão e Catherine, agora Cathy, tenta reconstruir a vida em outra cidade. Apesar de seu corpo estar curado, ela tornou-se uma pessoa bastante diferente. Obsessivo-compulsiva, vive com medo e insegura. Seu novo vizinho, Stuart Richardson, a incentiva a enfrentar seus temores. Com sua ajuda, Cathy começar a acreditar que ainda exista a chance de uma vida normal. Até que um telefonema inesperado muda tudo. Ousado e poderoso, convincente ao extremo em seu retrato da obsessão, No escuro é um thriller arrebatador.

Catherine é uma mulher livre, independente, que adora sair com as amigas para inúmeras baladas e se divertir pra valer. Em uma dessa "saídas", ela conhece Lee, um homem extremamente bonito e sedutor; rapidamente eles se envolvem, e Cathe se vê apaixonada. Lee é encantador, logo ele conquista todos que Cathe conhece e já está praticamente morando com ela, mas com o passar do tempo Lee se mostra misterioso e tem variações de humor frequentemente, o que assusta e muito Cathe. Tudo acontece muito rápido, e, quando menos ela espera, Lee já tem o controle de sua vida, seguindo e mandando nela o tempo todo, até que um dia as coisas fogem de controle e Lee quase mata Cathe.

Quatro anos após esses terriveis acontecimentos, Cathe agora é outra mulher, vive em outra cidade e convive diariamente com a síndrome do toque e a síndrome pós-traumática que desenvolveu depois de conhecer Lee. Ela precisa de ajuda urgentemente, e é seu vizinho, o psicólogo Stuart, que a encaminha para uma grande melhora. Tudo ia bem, Cathe parecia estar melhorando, até que uma notícia a faz piorar outra vez. Ela tem certeza de que, mesmo após quatro anos longe, agora que Lee saiu da prisão ele virá atras dela, e se tratando de Lee todo cuidado é pouco.

O livro é narrado pelo ponto de vista de Catherine, e os capítulos são divididos entre o passado - quando ela conhece Lee - e o presente em que ela luta para viver. Uma história construida com maestria; o tempo todo fiquei super tensa, pois vamos descobrindo o que realmente aconteceu com Cathe ao mesmo tempo que vemos sua luta para superar todo o trauma.

Além de a autora conseguir entrelaçar os acontecimentos com perfeição, as cenas são tão reais que conseguia visualizar tudo. As síndromes abordadas na trama eram desconhecidas por mim, mas agora me sinto familiarizadas com elas, ou seja, aprendi com o livro. Minha única frustração foi o final, queria um fim pior para Lee, ele merecia muito mais.

É um livro envolvente e de rápida leitura, com uma diagramação simples e confortável. Recomendo para leitores que curtem um bom mistério com cenas de violência tão vivas que parece que estamos presentes. Uma história tensa e assustadora, muito bem escrita.

Não havia alternativa. Então assumi o controle, passei a monitorar cada minuto do meu dia, cronometrando as coisas obcessivamente, contando meus passos, planejando horários para tomar chá, aquilo me deu um propósito, me deu um motivo para colocar um pé na frente do outro a cada dia, por mais podre, sombria e solitária que eu me sentisse.

20 comentários

  1. Olá Suzi!
    Comprei esse livor numa promoção imperdível da Americanas essa semana. Mas, não foi apenas a promoção que me fez compra-lo, e sim, um conjunto de coisas interessantes. Amei a sinopse, acho que a trama é muito boa, adorei a capa, e claro procuro sempre consultar as opiniões dos blogueiros através de suas resenhas e a sua resenha é a quarta que leio elogiando a obra. Aliás, gostei muito de sua resenha, direta e sincera.
    Parabéns.
    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    P.S.: Aguardo sua opinião na resenha que fiz, obrigada! http://ciadoleitor.blogspot.com.br/2014/08/resenha-xeque-mate-de-dill-ferreira.html

    ResponderExcluir
  2. Adoro um bom suspense
    parece ser muito bom mesmo :)

    http://karinapinheiro.com.br/cronica-parte-4-a-primeira-vez-que-te-vi/

    ResponderExcluir
  3. Oieeee
    Que livro maravilhoso,adoro mistério e aquela sensação de que a qualquer momento você vai ser surpreendido por uma nova situação,pra mim histórias assim sempre devem virar filme pois mesmo adorando ler sou muito visual.Estou com raiva de Lee e mesmo nem tendo lido quero um final pior do que a autora fez pra ele.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Amo um bom mistério e morro de vontade de ler esse livro, gostei muito da sua resenha, me deixou ainda mais animada para comprar e devorar essa história!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  5. Ola amiga, passando para apreciar suas postagens, e desejar uma boa noite, com lindos sonhos e um amanhecer abençoado pra que seu dia seja feliz e se prolongue por toda semana.
    Fiz uma postagem sobre a participação , com poesias no Livro Bom Jardim do Poetas, eu e minha filha Adriana Duarte.
    Linque http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/2014/08/participacao-na-antologia-dos-poetas.html
    Obrigada por fazer parte do meu grupo de seguidores que já passam dos 860, sua participação é muito importante. Abraços, fica na paz de Deus.

    ResponderExcluir
  6. Oi Suzi!
    Eu adoro esse livro. Foi uma das minhas melhores leituras do ano passado.
    Você tem toda a razão: além de tenso e envolvente (eu não conseguia parar de ler, rsrs) a autora amarra tudo muito bem. Acho incrível que, mesmo sabendo o que irá acontecer, ficamos sempre querendo mais.
    Mas sabe que eu gostei do final? Achei ele bem compatível com a história.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Suzi! Adoro um bom suspense e geralmente a Intrínseca publica bons. O atraente do livro é o tema tão comum e atual, que precisa de mais divulgação, precisa quebrar esse tabu. Mulheres que pedem socorro e sofrem nas mãos dos companheiros, não apenas fisicamente, mas também psicologicamente. As pessoas precisam parar de achar que a mulher "exagera" e que violência doméstica não é crime. Além disso, o livro parece bem escrito, e é muito bom mostrar a protagonista tentando dar a volta por cima. Gostei de saber que ocorre revezamento da narrativa entre passado e presente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Giu... Bom, faz um tempão que não leio livros deste gênero. E olha que eu gosto, sabia? rsrs. Gostei muito da capa e da história, sua resenha está incrível. Cenas de violências tão vivas? Isto é um "prato cheio" para quem curte uma boa ação. hehe!
    Abraço! www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Suzi, querida, esse foi o segundo thriller psicológico que li e que me deixou apaixonada pelo estilo. Elisabeth Haynes se tornou uma autora que aprecio muito e estou sempre esperando lançamentos dela.
    Não tinha coragem de ler sobre violência doméstica, mas esse livro me prendeu de um jeito... sem falar que Stuart se tornou o meu personagem masculino preferido, aquela perfeição de companheiro que buscamos pra dividir a vida... não é fofo, tudo de bom?
    Senti um ódio visceral por esse Lee, um dos piores vilões que conheci.
    O livro é uma fonte rica em informações sobre a violência nos relacionamentos, sobre o TOC e o estresse pós-traumático - que pode permanecer conosco por toda a vida.
    Bela resenha, ótima indicação.
    Beijo!
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  10. Oi, Suzi!
    Eu conheço o livro, mas esta foi a primeira resenha dele que li.
    Parece ser muito bom. Adoro bons thrillers e melhor ainda quando são bem construídos, escritos e desenvolvidos.
    Fiquei mais interessado agora. Tentarei adquiri-lo em breve.
    Gostei de saber sua opinião.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  11. Hey, Suzi!

    Possuo o meu exemplar da obra, mas ainda não tive tempo de lê-lo. Estou esperando muito do livro - e rezando para que corresponda à minhas expectativas. Adoro livros de suspense, ainda mais aqueles que são bem escritos e estruturados. Adorei a resenha!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Suzi!
    Já tive a oportunidade de ler esse livro, e eu amei! A escrita da autora é completamente viciante, meio que se torna impossível deixar de lado o livro.
    Eu concordo com você,a história é intensa, assustadora e muito, muito instigante!

    Parabéns pela resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Tenho uma amiga que me recomendou demais esse livro, e pela sua resenha não tenho dúvidas de que a escrita é realmente muito boa. Mas você tocou num ponto que me fez descobrir que não é leitura para mim: que o livro tem cenas de violência tão vivas que parece que estamos presentes. Não tenho estômago para isso, então não leria.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi
    Eu adoro thriller e acho que vou gostar desse! Adoro quando o livro consegue mostrar acontecimentos tão reais que agente fica imaginando perfeitamente. Eu acho que principalmente esse livros de suspense tem que ser bem escritos assim!
    Fiquei imaginando o final.... teria que ser pior?? rsrsrs vou ter que ler logo! =)

    bjos

    ResponderExcluir
  15. Oi! Todo mundo fala super bem desse livro, e desde que eu ouvi esse falar "bem" tenho curiosidade pela escrita da autora. Tenho ele faz um tempão aqui e ainda não me desdobrei sobre ele. E tenho certeza que eu vou adorar ler esse livro mesmo sem ter lido algum tipo de elogio sobre ele. Thriller Psicológico é o meu fraco! Minha próxima leitura! Obrigado por mais uma resenha que acendeu a chama de ler o livro kkkkkkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Não tenho costume de ler livros desse gênero, mas confesso que fiquei muito interessada nesse, adoro um livro envolvente.

    ResponderExcluir
  17. Suzi, esse foi o primeiro thriller que eu li, e não poderia ter iniciado essa aventura de forma melhor.
    Eu fiquei horrorizada como realismo do livro e até fiquei meio assim hahaha
    as vezes eu ouvia um barulho, ou reparava em alguma coisa fora do lugar... coisa de maluco.
    Isso só mostra que o livro foi muito bem feito e que conseguiu adentrar na minha vida.
    Também não curti muito o final. aquele cara merecia um fim cruel.

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  18. Oi Suzi! Faz um tempo que não leio nada assustador e tenso, eu gosto desse tipo de livro para ler não sempre, mas de vez entanto! Curti a resenha! Nunca tinha visto esse livro! Adorei!
    Não dispenso um bom Thriller!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi Suzi! Eu já tinha visto esse livro em outros blogs, mas nunca parei mesmo para ler uma resenha dele e saber mais da história, eu gostei da premissa dele e saber que a narrativa é envolvente me animou. Eu curto livros desse gênero e vou anotar a dica aqui. Uma pena que o final foi um pouco frustrante, mas eu espero gostar.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  20. Que coincidência, acabei de comprar esse livro! Estou doida pra ler!!
    Samara - www.infinitoslivros.com

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)