Uma Vez na Vida - Marianne Kavanagh


Título: Uma Vez na Vida
Autora: Marianne Kavanagh
Editora: Única


Uma história de amor, encontros e.... desencontros! Conheça Tess. Obcecada por roupas vintage, ela está sempre enrolada no emprego que detesta e em dúvida sobre seu namorado bonitão Dominic, que conheceu na universidade. Morando em um adorável apartamento com sua melhor amiga, Kirsty, ela poderia se considerar uma pessoa de sorte. Mas se sua vida é tão perfeita, por que ela se desfaz em lágrimas toda vez que pensa no futuro? Conheça George. Um músico brilhante que divide seu tempo entre brigar com os companheiros de sua banda de jazz e se preocupar com o pai doente. Mas ele sabe que a vida não é só isso. Deve haver mais alguma coisa. Algo especial. Tess e George são duas partes de um todo, almas gêmeas. Para a sorte deles, seus amigos em comum sabem que eles são feitos um para o outro. O problema é que eles não se conhecem e, sempre que a oportunidade aparece, a vida chacoalha os dois para longe. E agora? Se todos têm uma alma gêmea, como o destino faz para uni-los? Acompanhe a história divertida e apaixonante de Tess e George durante uma década de encontros malsucedidos, frustrações românticas e uma dúzia de recomeços. Uma vez na vida é uma comédia romântica moderna e inteligente sobre amizade, destino e oportunidades perdidas e reconquistadas!

Último livro da Maratona Literária #EuSouDoideira. Terminei no finalzinho do dia 15, mas consegui cumprir o prazo. \o/
Ficou faltando a resenha, então agora não falta mais nada!

Uma Vez na Vida conta a história de Tess e George, mas não necessariamente como um casal. Confuso? Leia a sinopse. Leia mesmo, não me engane dizendo que leu e não leu, até porque nem tem muito mais a ser dito sobre a história em si.

[...] Toda alma é dividida ao nascer, e fica à procura até encontrar a outra metade. É uma velha lenda indígena.

Viu que tem "Conheça Tess", aí fala sobre ela, depois tem "Conheça George", e fala sobre ele? É isso que acontece no livro. Até a metade (juro, não é exagero) do livro o casal protagonista não se encontra. WTF?! A gente acompanha a história dela e a dele separadamente, e o único ponto em comum entre eles são alguns pouquíssimos amigos, que sempre tentavam fazer com que se encontrassem, mas nunca dava certo.

"George?"
"Sua alma gêmea", disse Kirsty.
"Você sabe que eu nunca o conheci, nunca."
"Deve ter conhecido."
"Não conheci. Tivemos vários quase, mas na verdade a gente nunca se encontrou".

Então a 1ª parte tooooooda do livro mostra a vida de Tess, seu emprego chato, sua obsessão por roupas da década de 40 e seu relacionamento fadado ao fracasso com o namorado. E também narra a vida de George, um músico supertalentoso, fã de jazz, que quer crescer, mas não encontra apoio na banda e acaba virando professor de piano devido à influência de sua bem-sucedida namorada. Estou enfatizando isso porque eu fiquei umas 140 páginas lendo sobre um casal que não se conhece! Pra vocês terem uma noção: o livro divide os capítulos por ano; começa em 2002, mas a cena do encontro só acontece em 2010. Preguiça total! Até esse ponto a leitura foi bem arrastada, sem a menor empolgação pra continuar.

Aí eles se encontram meio que por acaso, sem ninguém ter programado, e você acha que agora vai! Mas não, não e não! As vidas deles já estão estabilizadas e enroladas o suficiente pra que possam ficar juntos. Depois que se conhecem - e conversam, e se encantam -, rola aqueles absurdos básicos que você só deixa passar porque se trata de ficção, de tão clichê que é. E continua lendo, esperando que as tais almas gêmeas finalmente possam pertencer uma à outra. Mas no livro todo não rola um fucking beijo! Caraca, como é possível isso?

Meu nível de revolta está no limite, dá pra perceber. Tess pensa em George antes de conhecê-lo, só pelos relatos da amiga, mas ela não é nenhuma adolescente. Cadê você, maturidade? E ele é tão banana, mas tão banana, que minha raiva por causa da Stephanie (a namorada) estava quase sendo transferida pra ele.

Se você ignorar tudo isso e focar apenas na questão de serem almas gêmeas que precisam ficar juntas apesar dos percalços, ok.

Ela e George tinham sido feitos para ficar juntos. Sem ele, ela não era nada, uma metade procurando pelo todo. Sem ele, a vida se estendia sem sentido, como uma longa estrada vazia, levando-a para algum lugar a que ela nem mesmo queria ir.

Até a primeira metade, o livro estava 2 estrelas. Do meio pro final melhorou consideravelmente, então resolvi subir a nota. Mas mesmo assim, daria pra ter reduzido 50% - no mínimo - de páginas do começo.

A parte de que eu gostei mesmo não posso falar porque é spoiler. Diz respeito ao cuidado de George com uma pessoa específica, ele foi um lindo. *suspira*

Algumas pessoas conseguem as coisas sozinhas, mas são raras. São aquelas feitas de aço. O restante de nós precisa encontrar alguém que nos ame, nos encoraje, e nos mantenha em segurança.

A revisão deu umas escorregadas, mas nada tão comprometedor. Mas o que me incomodou extremamente foi o uso de aspas em vez de travessão. Ai, que ódio que eu tenho de livro assim. Até acostumar, demoro horrores.
A capa é indiferente, e eu preferi a original, sem sombra de dúvidas. essas mãos aí me lembraram o quadro A Criação de Adão rs

Os personagens são bons, a premissa é bacana, tinha tudo pra ser um bom livro, mas a maneira como Marianne Kavanagh conduziu a história deixou a desejar. Uma pena!

25 comentários

  1. Oi..
    Sempre tive curiosidade em ler este livro, mas depois de sua resenha vou pensar melhor, mas quem sabe um dia eu não o leia.


    Beijos
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Como assim mulier!!!!!!!!!!!!!! Quer dizer entendo suas ressalvas, mas sério acho que por ter entrado nessa já imaginando que iria enrolar eu amei o livro, até favoritei. Concordo e também fiquei esperando séculos para que algo acontecesse e nada, mas as razões são bem justificadas, se tive raiva de um dos dois principais foi de Tess, cara ela é muito saco com essa coisa de ter a vida perfeita kkkkkkkkkkkkk. Bom, cada um com sua opinião, mas apesar de ter amado assino embaixo de várias coisas que você falou!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Ah, que chato que o livro não foi aquilo tudo. A capa é linda e a sinopse é bacana, mas isso engana então, né?

    Beijos, Ana K | http://universoaoquadrado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Sua conclusão foi exatamente o que eu pensei conforme lia a resenha: a premissa é boa, os personagens também, mas parece que a autora não foi feliz no desenvolvimento.
    Pena que a trama é paradona, porque até gosto da ideia de conhecer a história de vida dos personagens antes deles se encontrarem.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Nossa que estranho esse casal não se conhecer até a metade do livro!
    Ai, é muito ruim quando o livro tem aspas em vez de travessão!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  6. Hahaha, primeiro quero dizer que MORRI com o "Leia mesmo, não me engane dizendo que leu e não leu". Seeeempre fico me perguntando se a pessoa leu de verdade ou não, triste essa vida. u_u Mas vim aqui dizer que sim, eu li de verdade. Acho a capa desse livro meio estranhazinha, mas tinha curiosidade de ler. Infelizmente, não mais! Credo, como eu ODEIO livro que fica enrolando para chegar nos finalmentes. Você ainda conseguiu chegar ao final... Eu provavelmente não conseguiria, não. Vai me dando uma raiva danada e quando vejo, já to implicando com os personagens sem eles terem de fato culpa, haha. Mas aí você falou que o final é legal e sua parte favorita seria spoiler e TANDAN, agora fiquei curiosa. Jura que vou ter que ler o livro todo só pra saber isso? ): Sacanagem, agora fiquei com vontade de ler, oh céus, hahaha.

    https://http://sabetipoassim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Deve ser uma agonia na primeira parte do livro, esperando os dois se conhecerem, seu ler esse livro acho que teria um treco esperando, parece ser interessante o livro, pena que não gostou tanto.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha Giulia. Tenho muita vontade de ler este livro justamente por se tratar de um chick-lit e espero não me frustrar. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Giulia tudo bem? em toda resenha que leio sobre o livro nenhuma passa uma boa impressão, não sei...talvez eu já tenha virado o nariz mesmo hahaha infelizmente o livro não desperta minha curiosidade =/

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  10. Oi, Giulia!
    Gostei de ler sua opinião sincera a respeito, porque eu tinha muuuita curiosidade e vontade de ler esse livro. Sério que não rola um beijo durante o livro? Ou no final a coisa desenrola? Eu ficaria muito puta se dedicasse tanto tempo a um romance xoxo assim. =(
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. Ameeeei! Preciso ler haha. Vou ver se leio agora nas férias!
    Blog novo, dá uma passadinha lá (: Segui aqui! Beijos :*
    Pitaco a Dois

    ResponderExcluir
  12. Oii Giiiu!!

    HSUAHSU Vou confessar que ri da sua resenha. COMO ASSIM NÃO ROLA BEIJO? demorou tanto e não rolou??

    Também não gostei dessa capa por lembrar a mesma coisa... Gostei da sua sinceridade. Uma pena autora não explorar mais a história.

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    EC&M

    ResponderExcluir
  13. Usar aspas no lugar de travessão realmente é uma coisa chata que chega a irritar.
    Gostei da premissa do livro, e creio que lerei ele algum dia.

    David - Leitor Compulsivo (www.leitorcompulsivo.com)

    ResponderExcluir
  14. Fiquei curiosa para saber a parte que você realmente gostou, pena que é spoiler! rs... Uma amiga já tinha me avisado dessa parte das aspas no lugar dos travessões, e isso já tinha me desanimado, o livro era mega desejado e passou pro fim da fila... E ela teve a mesma impressão que você, que a história não foi bem conduzida.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá, não leio livros do tipo, porém confesso que essa premissa dos desencontros do casal protagonista me chama a atenção por ter um dedinho de caos. Mas acho que essa história funcionaria mais como um filme do que como livro pra mim.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Giulia,

    Eu ri muito com sua resenha! Sério mocinha adulta que age como adolescente e mocinho banana não combinam comigo, gosto de mocinho Alfa, rsrsrsrsrsrsr.
    Eu tinha até gostado da sinopse, mas saber esses detalhes e que leva tanto para se encontrarem é complicado, e sem falar nas aspas, também detesto.

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Giulia

    Quando eu li a sinopse (sim, eu li!) achei que a história seria parecida com um filme de comédia romântica, onde os protagonistas estão destinados a ficarem juntos e é isso que a gente espera, afinal eles são almas gêmeas.
    Uma pena mesmo o livro acabar não suprindo essas nossas expectativas.

    Super bjos
    I Like Movies!

    ResponderExcluir
  18. Estava com bastante vontade de ler esse livro, mas lendo sua resenha agora já desanimei bastante. Já não gostei de saber que só depois de metade do livro que melhora. Eu também não gosto do uso de aspas, e isso também me incomoda muito. É uma pena que você não tenha gostado do livro, eu já desisti de ler ele =(
    Bjss

    ResponderExcluir
  19. Adoro livros assim, leves e engraçados. Neste já ri logo de cara: to aqui tentando imaginar Tess usando roupa vintage nos dias atuais hahahahahahahahaha
    Acredito em almas gêmeas, só acho que são difíceis de encontrar - tipo a minha, que tá não sei onde =( hahahahahahaha -, mas encontrar sua alma gêmea tbm pode ser qdo se encontra um amigo.

    ResponderExcluir
  20. Oie! Adorei a resenha! rsrsrsr
    Bem bem, eu já tinha lido a sinopse e tinha gostado.... mas agora sei lá, talvez deixe meio pra depois... preguiça com livros que se arrasta! pense um que até a metade, meio que não acontece o tão esperado encontro! ^^
    Outra coisa que tbem não gosto, são livros que tem aspas, ao invés de travessão!!! Custa fazer diálogos com travessão???? srsrsrsrrs

    bjos e até mais! :)

    ResponderExcluir
  21. Ta bom, ta bom.. eu li a sinopse ok?! Mas só porque você pediu desse jeitinho delicado hahaha
    Eu estava esperando só coisas boas desse livro, mas acho melhor nao ir com tanta sede ao pote. Se existe coisa mais desanimadora do que um livro que demora a engrenar, não me apresente! E sério, nenhum beijinho o livro todo?
    Estou retirando ele oficialmente da minha lista!

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  22. A sinopse me lembrou bastante Um Dia... eu gostei bastante de Um Dia, mas esse parece ser só mais um parecido. Bem, não li, espero que quando ler eu vá gostar. :)
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Eu estava com bastante vontade de ler esse livro, mas pela sua resenha o livro parece ser bem chatinho, pelo menos o começo dele. Eu achava que o livro seria tão bom, mas pelo jeito eu também não vou gostar dele não :(
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Olá Giulia!
    Eu vi esse lançamento da Única, mas nunca me interessei em ler.
    Agora com a sua resenha, me desmotivei, mas ainda.
    Gosto quando as pessoas são sinceras.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Eu lembro de ter visto este livro no lançamento e criado uma boa expectativa, mas agora, passado todo aquele calor do momento, ele não me parece mais tudo aquilo. Claro que ainda quero ler, mas já baixei minhas expectativas.

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)