SLN 2014: Laura Conrado


4º dia de entrevistas do Especial SLN! A convidada de hoje é uma amiga querida, que foi muito simpática e solícita quando ainda nem me conhecia e me recebeu em sua casa de braços abertos. Mas não adianta ser legal e não ser boa. Laura consegue ser os 2, por isso tem espaço garantido sempre aqui no blog. Quer saber mais um pouquinho sobre ela? Vem comigo!

Laura Conrado



Foto: Sarah Torres

Eu, você e todas as mulheres #SomosMuitoCat. O que a Laura tem da Catarina? E o que é totalmente diferente? Quem é Laura Conrado?

Ah! Obrigada por achar que a Cat tem um pouco de várias mulheres! A Cat é uma menina se tornando mulher, alguém em busca do seu próprio caminho. Entra em alguma confusões, é impulsiva, estourada... Eu emprestei muito a ela algumas vivências minhas, especialmente meu processo de tornar-me adulta. Temos o temperamento parecido, mas a personagem tem coisas que são só dela como a estrutura familiar e profissão.
Laura Conrado é a uma escritora atrás de um sonho. A Laura é amiga, animada, intensa, honesta, estourada e muito a fim de ser feliz!

Que a ideia de Freud, me tira dessa! surgiu a partir da sua experiência com o terapeuta todo mundo sabe. Mas o que eu quero saber é o seguinte: você seria escritora de chick-lit se nunca tivesse buscado ajuda com psicólogo?

Acho que não seria escritora de gênero algum nem tão honesta comigo se não tivesse a oportunidade de me submeter à análise. No divã descobri quem sou eu de verdade, o que eu quero, lidei com medos, frustrações e desejos. Dentre eles, o difícil sonho de ser escritora.
Eu escrevi o livro e o segmentaram como chick-lit. Achei que tinha tudo a ver e, como sempre achei que qualidade literária independe do gênero, me firmei como um nome nacional do gênero.

Pouca gente sabe, mas você também tem livros infantis e religiosos publicados. Conta pra gente um pouco mais sobre eles e sobre esse lado da sua escrita.

Quando mais nova, era catequista e professora. Era natural escrever e inventar histórias para eles. Publiquei dois, que estão esgotados. Não irei reeditá-los por foco no meu público e por não achar mais coerente. Mantenho minha fé, sou católica, mas não penso da mesma forma que 10 anos atrás.

Direto e reto você sai nos jornais, nas revistas, nas reportagens... Tu tá muito chique! Mas sei que isso tem um dedinho da Laura jornalista. Como sua formação ajuda na divulgação dos livros?

Hahaha.
Ajuda e muito! Tudo o que aprendi na faculdade e no trabalho como assessora e redação, eu aplico. Uso minha criatividade não só para escrever, mas também para me divulgar. Monto materiais de divulgação, penso num release legal, corro atrás de contatos, visito redações... É uma luta, mas vale a pena. É super possível um autor iniciante conseguir espaço na mídia.

No ano de lançamento de Freud, me tira dessa! você ganhou um baita prêmio. Como foi a indicação ao Prêmio Jovem Brasileiro 2012? E qual foi sua reação ao saber que foi contemplada?

Eu berrei muito quando recebi o ofício! O Prêmio não aceita inscrições e nem saberia como me candidatar. Não sou dessas pessoas bem relacionadas, enturmadinhas (tenho até preguiça de gente assim!). Uma jornalista de SP viu uma entrevista minha e achou legal meu tema. Indicou meu nome para uma pessoa do PJB e eles acharam por bem me agraciar naquele ano. Soube que gostaram da inicitiva, meu jeito de comunicar e, claro, do meu livro. Uma pessoa da organização é meu leitor até hoje!

Além disso, você ainda ganhou o Destaques Literários 2012 na categoria melhor chick-lit pelo voto popular. Ao contrário do outro prêmio, esse foi conquistado graças ao seu público. Teve um sabor diferente esse reconhecimento dos leitores?

Teve muito! Eu não sou blogueira, não tenho milhares de seguidores no twitter e estava no começo. Na mesma categoria, estavam autoras ótimas, com público grande e de editoras grandes. De coração, não esperava ganhar mesmo. Foi uma surpresa daquelas que me permitiu entender que o título estava popular. O certificado está pregado na minha parede. Sempre quando bate o desânimo ou quando alguma porta se fecha, eu olho para ele e me lembro de que é possível!

Recentemente você escreveu uma releitura de Shakespeare, algo bem diferente do que estamos acostumados a esperar de você. Como foi essa experiência? Quero saber detalhes do processo de criação de Sonho de uma noite de verão.

Foi uma experiência incrível e estou aberta para um projeto semelhante. Escolhi Sonho de Uma Noite de Verão por abordar relacionamentos e ser uma comédia – então eu já me senti em casa! Shakespeare é uma verdadeira aula de diálogos: não repete emoção, é direto, simples e emociona. Assim que assumi o projeto, reli o texto (a primeira vez que li estava na escola) e planejei minha adaptação. Logo imaginei a história se passando no Brasil e com seres do nosso folclore. Ao ler pela segunda vez, já fui estrutrurando as minhas cenas, organizando personagens e amarrando pontos para deixar tudo crível. Não li nenhuma adaptação, não vi filmes nem peças. Quis fazer a minha própria releitura, sem interferências.

Quais são seus próximos projetos? A série teen será finalizada? E podemos aguardar mais aventuras da Cat?

Sim e sim! Ainda não tenho previsao de lançamento de Quero Ser Pop, o segundo volume da série teen, mas sai!! E está muito divertido. Nossa Cat merece um terceiro volume, mas ainda nem comecei a escrever.
No mais, estou preparando outra trama, mas também chick-lit. Sou simplesmente a-pai-xo-na-da pelas questões femininas contemporâneas. E por conseguir rir das nossas trapalhadas.

Deixe um recadinho pra quem ainda não leu nenhum de seus livros.
Me dê uma chance!!! Rsrs
Se você gosta de questões comportamentais, falar sobre relacionamentos e de dar umas risadas, pode chegar! Espero te proporcionar um bom entretenimento e algumas reflexões! Fale comigo!!!

Agora deixe um recadinho pros seus leitores.
Muito, muito obrigada pelo carinho com que me tratam! Cada leitor me incentiva a ir adiante, a escrever mais! Vocês tornam tudo mais especial!!! Obrigada!

♦♦♦♦♦

Esses são os 4 livros que a Laura publicou (não coloquei os infantis pelo motivo que ela citou); se quiser conhecê-los, é só clicar na capa que você será direcionado ao Skoob. Para adquiri-los, procure nas livrarias físicas ou virtuais, ambas as editoras são boas de distribuição.


Eu ainda não li Shakespeare, mas sou apaixonada pelos outros.
Li FMTD um pouco depois de ter começado a fazer terapia, o reconhecimento foi instantâneo; eu era a Cat cuspida e escarrada esculpida e encarnada! A continuação eu li como beta (e estou esperando o meu livrinho chegar até hoje. mimimi), e continuei morrendo de rir das aventuras Catianas.
O teen é um convite à viagem no tempo. Independente da idade, todas voltamos à adolescência e recordamos aquele carinha que a gente se interessou, mas não prestava. Até mamãe morreu de rir!

Ah, se restou dúvida... Não, Laura não é psicóloga. A mãe e a irmã dela são, então dão aquela assessorada básica, mas ela cai matando nas leituras sobre Freud. Quando fui à casa dela, vi alguns livros (grossinhos, diga-se de passagem) sobre ele e seus métodos. Então pode ler tranquilo que a história está bem embasada, tanto que a minha psicóloga leu (antes de eu comentar com ela) e curtiu. ;)

Já estou doida pra ler os próximos: os 3 da série teen e mais da Cat. E fiquei altamente curiosa sobre esse novo projeto. Ela não deu nem uma dica do que se trata! Ai ai ai, isso não se faz, dona Laura!


Vocês já conheciam a Laura? Se não leram nada dela e curtem chick-lit: LEIAM! Se querem entender um pouquinho mais da mente feminina: LEIAM! Se querem dar boas risadas: LEIAM! Se gostam de se identificar com a personagem: LEIAM! Enfim... Leia logo e pronto!

Meio-dia de amanhã eu volto! Espero vocês!

29 comentários

  1. Não conhecia esses livros mas me interessei bastante, os títulos são interessantes
    Te espero no blog
    POST NOVO SORTEIO
    Um beijo flor

    ResponderExcluir
  2. hahahaha adorei o ultimato! eu devia mesmo ler, há um ano que estou para comprar e nada! puft! vou ver se pego autografado na Bienal. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia! Mas fiquei apaixonada pelos livros e que capas maravilhosas, ein?! Sem falar no carisma da escritora. Gostei muito do post!

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Opa, outra entrevista da semana nacional do livro? Demais! Como eu disse antes, adoro entrevista com autores pois vemos o lado deles nisso tudo. E as perguntas estão bem criativas!

    Beijos, Ana K | http://universoaoquadrado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Confesso que não conhecia a autora, mas ela é bem simpática.
    Gostei da entrevista.
    Tenho vontade de ler Shakespeare e ela

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sucesso absoluto!! =) E espero que venha ainda mais reconhecimento na jornada da Laura!
    O que achei bem legal saber foi que ela usa a formação de jornalista na carreira de escritora. E que isso ajuda!! As vezes a gente escolhe um caminho e a vida acaba nos levando para outros ainda mais surpreendentes. Mas nada do que aprendemos é em vão!
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Tenho enorme vontade de conhecer o trabalho da Laura, adorei a entrevista
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Giulia!
    Gostei bastante das sugestões, chick-lits são ótimos quando precisamos de uma leitura mais leve e divertida. =D
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Oláááá!
    Gostei muuito da sugestões! Freud acho que deve ser uma leitura tão interessante! e tão maluca diga-se de passagem.
    Anotarei o nome de Laura na minha Wish list! ahei super bacana!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  10. Oiii,

    Eu estou adorando essa semana *----*
    Eu não conhecia, mas ela é uma fofa né??
    Gostei das respostas dadas e de conhecer um pouco mais. E eu confio muito em você, então vou colocar na listinha e comprar assim que terminar minha longa lista de (10 livros) não lidos eu comprarei.

    Parabéns pela entrevista e sucesso sempre para a Laura :)

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    EC&M

    ResponderExcluir
  11. Oi
    Adorei essa entrevista, não conhecia ela, mais já fiquei curiosa para ler os livros, nunca tinha escutado falar deles.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Adoro blogs que fazem entrevistas com os autores
    gostei bastante do seu ^^


    http://karinapinheiro.com.br/cronica-parte-2-dezembro/

    ResponderExcluir
  13. Bom dia Giulia adorei a entrevista , já havia lido Freud me tira dessa , gostei muito . Não havia visto ainda seus outros livros mas já vou procurar para ler . beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
  14. Oie

    Eu ADORO!!!!! Li o me tira dessa e o me segura nessa!!!! é muito gostosinho de ler, e sim, me identifico muitooo com a Cat!!!
    Sigo a Laura Conrado e acho ela uma simpatia em pessoa!!! *-*

    Quero ler o Shakespeare o quanto antes!!

    Muitos beijos!!!!! *-*

    ResponderExcluir
  15. Adorei a entrevistas, já tinha visto o livro dessa autora, mas não tinha visto nada sobre ela, achei bem interessante tudo, não fazia ideia que ela tinha escrito livros religiosos e muito menos que a ideia do livro dela surgiu a partir de uma conversa com um terapeuta, ele fez bem para ela não? Pois como ela falou, se não fosse ele, ela não teria insistido na carreira de escritora, esse terapeuta foi bom o/ kkkk

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  16. Já lhe dei uma chance Laura!
    Entrevistas com autores costumam me conquistar, porque sempre falam um pouco mais sobre a criação do livro. Estou bem curiosa para saber como Freud vai ajudar a Cat a sair dessa haha

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi, Giulia!
    Que capas mais lindas dos livros dessa autora! Tô apaixonada! Hahahaha. E a Laura parece ser um amor, não conheço nenhum livro dela, mas a partir deste minuto estou ansiosíssima para conhecer todos! ♥ Adorei todos os ingredientes que ela citou que podem ser encontrados em seus livros. Sim, Laura, já te dei uma chance! :D
    Beijos!
    http://cantaremverso.wordpress.com

    ResponderExcluir
  18. Giulia, eu acho muito legais as suas entrevistas, porque são realmente pensadas para cada autor e me deixam super ansiosa para ler os livros deles! É muito legal conhecê-los um pouquinho mais como pessoas e como profissionais. Tenho muita vontade de ler algo da Laura, mas ainda não deu, infelizmente. Mas já comprei o Freud, me tira dessa!, direto com ela. =) E não é todo mundo que sabe que o livro surgiu da experiência dela com o terapeuta, eu não sabia! rs... Quero muito ler o Shakespeare e Elas, adoro o autor e sempre corro atrás de adaptações.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  19. Tenho muita vontade de fazer terapia, acho que todo mundo meio que precisa sabe? Não acho que faça mal, acabei não tendo oportunidade de ir. Acho que as leituras da Laura devem ser ótimas, não li nenhum livro dela mas já havia visto por aí, fiquei bem curiosa e a Laura para bem divertida. E deve ter mesmo muito especial ter ganhando esses prêmios, certeza que muito merecidos.

    ResponderExcluir
  20. Eu já falei com a Laura no twitter e ela é muito legal mesmo. Ainda não sabia que ela tinha escrito uma releitura de Shakespeare, e já fiquei louca pra ler esse livro, eu adoro Sonho de Uma Noite de Verão e com certeza vou gostar do livro dela também :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Eu gosto muito do estilo que a autora escreve, mais por causa do humor que qualquer coisa. Fiquei bem curiosa com os livros dela, também já fiz terapia, acho que ia ter uma identificação ali!
    Um beijão!
    Paulinha Juliana - Overdose Literária!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oie Giulia!
    A Laura é um amor né? Eu a conheci em 2012 (acho) na Bienal de Brasília e ela é uma fofa, tão meiga e linda. Minha amiga leu os livros dela é ama de paixão, confesso que ainda não li mas na Bienal de São Paulo esse ano vou comprar. Já li inúmeras resenhas positivas do livro dela, então tenho que ler.


    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  23. Oi Giulia, tudo bem?
    Eu não conhecia a Laura, mas depois dos seus comentários tão empolgantes, eu tenho que conhecer seus livros, risos...Gostei muito de ela querer se conhecer, se entender e a partir daí descobrir o que faria dali para frente de forma corajosa e honesta. Os prêmios devem ser super merecidos.
    Sucesso para a autora.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi Giulia, menina eu estou louca para ler o livro Freud me tira dessa, muitos me indicam e falam o quanto vou me diverti na leitura e como sou louca e apaixonada por chik-lit, imagine se eu iria deixar de fora.
    Agora sobre a entrevista, nossa muito show, a autora é super empolgada e simpática, e adorei todas as respostas dela.
    Agora com os outros livros bom nem li o primeiro, mas ja marquei aqui todos e espero poder conferir a todas as obras. E que os nacionais venham e venham para arrasar.
    Amei a sua entrevista!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  25. Eu não conhecia a autora e por isto foi a entrevista que mais curti... agora já conheço um pouquinho hahahahahaha
    Adoro Chick-Lit e as sinopse me lembraram mto minha diva Sophie Kinsella ^^

    ResponderExcluir
  26. Olá Giulia!
    Eu já li Freud, me tira dessa! e Só Gosto do Cara Errado. Amei os dois me diverti muito.
    Não sabia que ela já tinha escrito livros realigiosos, uma curiosidade bacana.
    A Laura parece ser uma pessoa bem simpática. Estou louca pra ler Freud, Me Segura Nessa!
    Amei a entrevista.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oieeee, já vi os livros da Laura pela blogosfera e achei muito legal a entrevista, a autora é extremamente legal e eu adorei as perguntas e respostas, a que mais de destacou para mim foi a pergunta sobre os livros infantis e religiosos que a autora também já escreveu, eu não sabia disso e achei interessante. Enfim, adorei toda a entrevista, achei bem divertido saber mais sobre a autora rs, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro da autora, porém tenho muita vontade rs, Abraços.

    ResponderExcluir
  28. Eu adorei Frued me tira dessa! Amei a história e amei a escrita da autora. Ainda não li Freud me segura nessa mas estou doida pra ler. Também estou querendo ler Shakespeare e elas, porque adoro Shakespeare <3
    Bjss

    ResponderExcluir
  29. Sempre quis ler algo da Laura e depois de ler a entrevista, fiquei com mais vontade ainda! Ela parece ser uma fofa, além de grande autora!

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)