Enquanto a Chuva Caía - Christine M.


Título: Enquanto a Chuva Caía
Autora: Christine M.
Editora: Novo Conceito


Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa. Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta. Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança. Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói?

Terminei a leitura e UAU!!! Tô ainda absorvendo as informações. Mas, antes de falar sobre EACC, preciso contar sobre meu caso de amor com outro livro.

Conheci a Chris num bate-papo que ela fez aqui no Rio, quando comprei Sob a Luz dos Seus Olhos. Demorei bastante pra ler, mas veio no momento certo, na hora exata, e esse foi o livro que mais me fez chorar na vida (considerando que eu só chorei em 3, imagina como me tocou). Foi um romance lindo, emocionante, que me marcou absurdamente (leia a resenha).
Ela escreveu um livro de crônicas e uma distopia, mas eu não li nenhum dos dois. E aí veio esse, na casa nova, com uma expectativa enorme. Esse nome, essa capa... Ah, claro que é romance! Tolinha eu!


Marina é uma jovem um tanto problemática. Seu pai tem Alzheimer, sua mãe está distante, e seu marido morreu na guerra. Com menos de 30 anos, assumiu o papel de CEO da empresa da família e surpreendeu a todos com seu tino pros negócios. É brasileira, mas aos 7 anos se mudou pros EUA, onde mora até hoje.
Erik é um advogado que faz o trabalho que a polícia não consegue fazer. Órfão de pais, precisa dar um tempo de São Paulo e fugir pros EUA depois que quase morreu baleado em um de seus "trabalhos". Em terras gringas, ele vai trabalhar no setor jurídico da empresa de Marina.

Antes que você pense, não é um caso 50 tons invertido (inclusive morri com a citação ao livro durante a história). Nada daquela coisa forçada; a aproximação deles se dá vagarosa e explosivamente, e isso envolve de tal maneira que você nem percebe, mas já está fisgado e encantado. Acho que o revezamento de narrativas contribui pra isso. Numa hora você está embarcando no mundo de Marina, entendendo seus traumas e receios, descobrindo o peso da responsabilidade; em outra, Erik te leva pra sua escuridão e mostra o prazer que o perigo oferece. Você acompanha o sentimento nascendo em cada coração e sabe o que cada um pensa de si e do outro.

Eu aprendi que não adianta querer evitar as coisas ruins; elas vêm de um jeito ou de outro. Então, pra quê adiar as boas? Essas sim podem acabar não vindo nunca.

O grande lance aqui não é romance em si, mas toda a carga emocional do passado de cada um deles e o modo como isso afeta o presente. Erik tem um histórico de assassinatos e casos mal resolvidos. Marina também tem seu lado obscuro, além do peso de uma viuvez precoce. Ambos têm suas nuvens carregadas, uma tensão pairando no ar, um medo de se deixar envolver e reviver aquilo que lhes consome. Mas isso envolve mais que sentimento; o trabalho - e principalmente os segredos que o envolvem - muitas vezes é responsável por aproximá-los ou afastá-los. O que acontece quando 2 pessoas secretamente inescrupulosas se apaixonam?

A verdade é que eu não sei equilibrar o desejo de proximidade com o medo da intimidade, pois querer o todo do outro inclui oferecer o seu todo, e eu tenho um pedaço do qual não me orgulho e que prefiro manter escondido.

Já no primeiro capítulo você fica ansioso pelo que está por vir. A ambientação acontece junto com a atração, você fica instigado a continuar e ainda rola aquela pulguinha atrás da orelha. Aí as páginas vão passando, a leitura vai fluindo... e quando você se dá conta a história está formada, o livro está quase na metade e caramba! já passou isso tudo?

Por um milésimo de segundo, sinto as chances de eu me apaixonar por Marina crescerem torrencialmente. Provavelmente ela não se dá conta de que seu jeito direto, desarmado e com uma vulnerabilidade desacompanhada de piedade é o que me faz acreditar estar com a melhor mulher do mundo.

Percebam que os personagens são maduros (nem gosto, né?). Aqui as dúvidas e inseguranças envolvem muito mais que a roupa, o cabelo e o que fazer pra impressionar. Aliás, eles não se preocupam em impressionar, eles simplesmente vivem e se deixam levar por um gostar mútuo. Sim, ele é lindo, alto, sarado; e ela tem os cabelos mais lindos do mundo. Mas não é a beleza que os atrai, não é a beleza que os faz permanecerem juntos.

Uns três anos se passaram no tempo real, mas eu envelheci bem mais do que isso. Não sou mais menina o suficiente para ser feliz sem motivo.

O que me encanta na Chris é a maneira como ela consegue sofisticar o simples. Sua escrita não tem nada de complexa, mas também não é comum a ponto de passar despercebida. Esse paradoxo é o que torna o texto tão profundo e envolvente, e acho que se ela resolvesse escrever piada seria da mesma forma.

Provavelmente o nosso instinto sela nossos lábios com a certeza de que o único jeito de não sair nenhuma mentira de nossa boca é mantê-la fechada.

Ah! Detalhes lindos que me deixaram totalmente in love... No início de cada capítulo tem um trecho de música. Ah, coisa batida, todo mundo faz isso. Nananinanão. Chris mostrou toda sua brasilidade e só colocou músicas nacionais. Tinha de tudo, de Djavan a Maria Gadu, de Cazuza a Clarice Falcão. Tem noção de como fiquei feliz? Eu sou uma "ouvinte" nacional; gosto de entender o que escuto, decorar e cantar junto (e meu inglês anda muito mal das pernas). Em EACC eu consegui identificar quase todas as referências e adorei o gosto eclético da autora.

Mas você gostou tanto mesmo? Não teve nada que te incomodou? Bem, aí está uma resposta complexa. Eu sou um tanto quanto racional, penso demais até pro meu próprio gosto. Sou daquelas que gostam de tudo completo, redondo, fechado. E, quando acontece de um final ser mais subjetivo, eu fico com aquela sensação de burrice por não ter entendido. Ainda bem que nas pouquíssimas vezes em que isso aconteceu o autor era brasileiro e me respondeu todos os questionamentos. Com a Chris não foi diferente. Fui logo mandando inbox e perguntando sobre umas coisinhas que pra mim tinham ficado no ar. Sim, ficaram, mas foi tudo intencional. Eu é que tenho mania de ser pé no chão e não pesco as coisas flutuantes. rs! E depois da explicação tudo se encaixou perfeitamente bem.

Prometer é ainda mais perigoso do que o silêncio.

Essa capa... Esse título...
Fiz várias suposições antes de ler, mas nada chegou perto do que realmente foi. Só sei que foi um casamento perfeito (em todos os sentidos).
A revisão ficou boa, só uma palavrinha a mais ou a menos aqui ou ali.

A temperatura está agradável, e o clima, nada solidário à minha tristeza. Comigo é sempre assim, meio do avesso. Não me lembro de um momento bom acontecendo em um dia ensolarado. As coisas mais importantes da minha vida sempre aconteceram com o céu cinza, trovejando, com meu cabelo pingando e a roupa molhada, colando no corpo. Estranhamente, a chuva é minha amiga e se tornou sinônimo de bom presságio.

EACC não é um romance daqueles água com açúcar, que te fazem suspirar e sorrir apaixonadamente pra uma página de livro. Não, não mesmo. Ele explora o lado politicamente incorreto, aquele que as pessoas escondem do mundo, que faria com que os outros se afastassem. Christine soube fugir do óbvio revelando facetas e informações aos poucos, nos dando cartas para construir personagens e personalidades e derrubando todo o castelo com apenas algumas linhas. Nem pense em não ler.

37 comentários

  1. Olha, nunca nem tinha ouvido falar nesse livro mas e bom ler uma resenha positiva oois se tivesse sido pela capa.. N tinha jeito, nunca iria escolhe-lo..

    Forever a Bookaholic

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro...
    Mas gostei de ler sobre ele! Gosto de romances diferentes, politicamente incorretos...rs
    Bjs, Lu - http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie =)

    Nossa, nossa, nossa! Para tudo! Amei a resenha, e fiquei tão empolgada junto com você, enquanto a lia =) PRECISO ler este livro o quanto antes. Vi muitos comentários sobre a escrita da autora e quero ler este. Adorei os pontos que você ressaltou na resenha, fiquei hiper mega curiosa.

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    nossa que resenha!!
    Eu estava curiosa para ler o livro, mas você me deixou ainda mais.
    Parece que ele é bem lindo, mas isso do final subjetivo me preocupou também, mas vamos esperar para ver.

    bjs

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Giulia, querida, adoro ler suas resenhas. Tem sempre algo só seu nelas, que vai do divertido ao elaborado, na mesma intensidade.
    Juro que, pela capa, não dava muita coisa pelo livro... pois é. Mas que delicia de narrativa! Eu tb adoro personagens bem construídos e bem amadurecidos. ROmances com conflitos íintimos, boa dose de drama, fácil, fácil me ganham...
    Já para a lista de desejados! Melhor ainda saber que é literatura brazuca!
    Beijo!
    Ler para divertir

    ResponderExcluir
  6. Recebi o livro e confesso que nem a sinopse dele tinha lido ainda. Mas depois dessa sua resenha, já fiquei totalmente apaixonada!
    Gosto de livros que tem essa sofisticação na simplicidade, até porque acredito que não é preciso de muito para dizer certas coisas.
    Eu já sou um pouco diferente de você em relação a música. Escuto um bocado nacional, mas meu celular é composto de 80% de música estrangeira. Não sei o que tem nelas que me pega de jeito.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Tão bom quando lemos uma resenha onde realmente sentimos o que o blogueiro sentiu ao ler o livro. Já vi que esse livro é sensacional e deve ser uma leitura bem tocante. Curiosa para ler tb

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Maravilhosa! nesta resenha percebe o quanto esta escritora é boa! já li os outros livros dela é extraordinário como ela escreve,dá a impressão que sai de uma caixa mágica ,onde tudo é possível rsrsrs adorei todos e ansiosa pelo próximo rsrsr.

    ResponderExcluir
  9. Nossa! Que interessante esse livro! Fiquei com vontade de ler! Já te sigo: www.pimentapimenta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. A ambientação e a construção dos personagens parece ser incrível.
    O fato do romance explorar o politicamente correto também chamou muito a minha atenção.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
  11. O que de fato me fascinou nesta publicação foi sua empolgação. Cativante mesmo.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  12. Gostei de seu ponto de vista sobre o livro, devo confessar que o mesmo é desejado por mim desde quando vi na páginas de lançamentos da NC, espero poder ler futuramente e assim como você me envolver rapidamente na leitura.
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Amei demais *u*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  14. Tola eu também hehhehe. Gostei bastante das suas impressões sobre o livro. Esse foi um dos lançamentos que mais fiquei com vontade de ler. Agora ainda mais.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Nunca li nenhum livro da Christine M. mas a historia parece ser bem envolvente, depois vou procurar-lo!
    Beijos.

    Chá das 22

    ResponderExcluir
  16. Só tira uma dúvida que eu tenho: a autora é brasileira? Porque você disse que mandou inbox pra ela... Enfim, a primeiro mento, quando eu li o título e tentei fazer alguma conexão com a capa, pensei que fosse de vampiro hahaha mas estava COMPLETAMENTE enganada. Adorei a premissa do livro. Passados obscuros sempre nos causam o anseio de descobrir o que esconde né? Gostei bastante também do fato de não ser um romance água com açúcar... Já estou cansada desses :/

    ResponderExcluir
  17. Lais, a Chris é brasileira sim. Você pode encontrar o perfil e a fan page dela no Facebook com o nome Christine M. Ela é uma fofa! :D

    ResponderExcluir
  18. Essa resenha foi uma das melhores que li em muito tempo. Conseguiu me passar a essência do livro, mas sem tirar toda a minha curiosidade pela trama.
    Assim como você sou racional e penso até demais, além de adorar personagens maduros. E esse livro tem muito do que aprecio numa leitura.
    Adorei esse lado politicamente incorreto, com personagens que sabem o quem são, que não são e nem tentam ser perfeitos. Gosto da abordagem do íntimo deles e de toda essa carga emocional.
    O livro não tinha me chamado a atenção, mas agora foi direto para a wishlist.
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi Giulia!
    Que resenha arrebatadora é essa?
    Eu acho a Chris uma fofa, tenho o livro dela de crônicas e a propósito ele é muito bem escrito. Sob a Luz eu ainda não li, mas já vi muita gente dizer que amou. Eu preciso definitivamente ler e depois do seu comentário tô correndo pra colocar ele no topo da lista. Eu gosto de romances clichês, mas às vezes também curto algo que saia da rotina, sabe? Especialmente nacionais, nunca li um romance nacional com toda essa profundidade de personagens, acho que vou gostar muito do livro. Espero que chegue logo *-*'

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Flor!
    Amei a resenha! Foi uma apresentação do livro mesmo, nunca tinha visto em lugar algum! Amo personagens maduros e bem resolvidos, aquele lenga lenga me irrita as vezes!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    Paula Juliana - Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  21. Olá

    Esse é o lançamento da NC mais aguardado por mim esse mês. Tive a chance de ler Sob a luz dos seus olhos através de um booktour, mas o livro se perdeu antes de chegar até mim e até hoje eu me sinto triste quando lembro disso. Espero que a NC relance-o.
    Quanto ECC, tem uma história bem diferente do que eu imaginava. Esperava um romance, mas pelo que você disse, não é nisso que a história foca.
    Espero poder ler em breve.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  22. Oieee, eu não conhecia este livro kkkk, acredita??? nunca tinha visto kkk, a capa nem se fale, LINDAAAA <3 <3 Porém eu não fiquei assim tão interessado, posso até pegar o livro para ler, mas não sei se gostarei da leitura kkk, mesmo assim valeu pela dica de leitura, vou procurar outras resenhas para saber mais sobre o livro e quando eu ler te conto o que achei rs, Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Peraí que tô chocada... você só chorou em três livros na vida toda? rs... Eu tenho Sob a luz dos seus olhos aqui, comprei por causa da resenha da Ceile, mas ainda não li. Depois dessa informação vou ter que dar um jeito de encaixar na fila urgente!

    Sobre o lançamento, estou super ansiosa para ler. Gostei demais da informação de que o livro explora o lado politicamente incorreto. =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  24. Mas menina que segredo esse casal esconde que os tornam inescrupulosos?...admito que não esperava nada assim desse livro, agora fiquei bem curiosa.
    Ah, eu ao contrário de você sou bem chorona, acredita que chorei até numa passagem simples de Caçadores de Tesouro que é um infanto-juvenil bem light hahaha.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  25. Oie Flor
    Minha história com a Chris também começou com Sob a luz dos seus Olhos, eu chorei horrores com esse livro, muito lindo. Recebi Enquanto a Chuva Caía esses dias é será um das minhas próximas leituras e já estou animada, já que adoro a escrita da Chris. Estou empolgadíssima para começar essa leitura.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  26. Hey,

    Essa capa é muito linda, acho que vou amar a historia ainda não li nada a autora, e pra NC lançar um livro dela, deve ser porque é muito bom, e eu vou ficar aqui esperando ter grana para comprar o livro, amei os quotes são perfeitos dar vontade de roubar.

    Mayla

    ResponderExcluir
  27. Oi Giulia, tudo bem?
    Nossa, estou impressionada. Sua resenha está linda e muito bem escrita e super emocionante. Não conhecia essa autora, adorei conhecer mais uma nacional super talentosa. Já coloquei os dois livros dela na lista depois do que escreveu. Nem sei o que comentar, também nem precisa, você já falou tudo e muito mais,
    Amei.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Que capa mais linda gente...*-*
    Depois de tudo o que falou não tem como não se apaixonar pela história do livro e pela autora...rs'
    Admito que as vezes gosto de um romance clichê, mas também adoro personagens maduros e que precisam de algo mais que pura beleza para se apaixonaram...
    Beijos...

    http://ceciliabraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Nossa amei ,como já disse amo romances,não dava nada nesse livro
    Acho que é a primeira resenha do livro que leio
    Fiquei super animada

    ResponderExcluir
  30. Yeey, esse parece sim um romance que eu leria! Personagens adultos com conflitos internos, a carga emocional anterior que pode complicar tudo, situações do dia-a-dia que afastam, ou não... Além da imprevisibilidade! Adorei sua resenha, e com certeza vou atras do livro, adoro esse tipo de romance 'não romanceado' hahaha! Espero ter gostado tanto quanto você! \o

    ResponderExcluir
  31. Oi prima,
    Quando vi o lançamento só pela capa eu compraria, mas ainda não tinha lido a sinopse dele, achei super interessante a temática do livro,ainda mais com tantos conflitos.
    Bem instigante sua resenha.
    Beijos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  32. Oiiiiiiiiii
    Ainda não conhecia esse livro, agora que li sua resenha me interessei.
    Adorei a capa, muito linda, chama super a atenção.

    Bjocas

    ResponderExcluir
  33. A capa é um tanto sombria - até achei que fosse do gênero sobrenatural - e a sinopse foi vaga, sem graça... resumindo: se passasse por este livro, numa livraria, nunca o pegaria. Mas com a sua sinopse as coisas mudam de figura e é impossível não sentir curiosidade quanto e esse segredo que pode mudar as vidas de ambos.

    ResponderExcluir
  34. Olá Giulia!
    Os livros que a Chris escreve são lindos. O meu favorito dela é Sob a Luz Dos Seus Olhos. Me emocionei com a leitura dele e chorei litros. Mas voltando a falar do novo livro, Enquanto a Chuva Caía é envolvente e emocionante. Os personagens são bem maduros e sabem o que quer. Além disso tem a trama de mistério que faz o livro elevar o sue nível de excelencia.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Adorei a capa, mas não gostei muito da sinopse do livro! Infelizmente.
    Deixa pra próxima, rs
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  36. Giu meu aniversário é daqui a duas semanas #ficaadica
    hahahahahahahaha

    Eu já estava louca por esse livro, mas depois dessa resenha? EU ESTOU SURTANDOOO!
    É muito bom quando percebemos o que o resenhista realmente achou do livro, e no seu caso a quantidade do quotes diz tudo! Eu estava esperando um simples romance e tem tudo isso? Olha, se eu me decepcionar com a leitura a culpa vai ser sua okey?! Minha expectativa está lá nas alturas. rsrs

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  37. Olá.
    Os romances da Novo Conceito são super divulgados e os que mais vendem. Mas mesmo que sejam bons, tô passando longe. Deixo pra próxima.

    Beijo

    ResponderExcluir

Que prazer em ter você aqui! Entre e sinta-se à vontade.
Se gostou do post (ou não), deixe um comentário. Sua opinião é muito importante pra melhorar cada vez mais o blog. =)